Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In

Biotecnologia

:

Pauta de Trabalho CTNBio

Registre-se para receber informativos DuPont Pioneer!

Pauta de Trabalho CTNBio

A última reunião da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) foi realizada nos dias 08 e 09 de março de 2017.

A DuPont Pioneer obteve aprovação para a condução de um ensaio a campo com soja geneticamente modificada resistente a insetos e tolerante a herbicidas. A empresa ainda tem na pauta de análise da CTNBio um ensaio a campo com milho geneticamente modificado e um com soja geneticamente modificada, além de um processo para credenciamento e inclusão do Laboratório de Entomologia ao Centro de Pesquisa de Toledo.

Nesta reunião foram aprovados cinco pedidos de liberação comercial sendo um de soja, dois de algodão e dois de milho geneticamente modificados conforme descrito abaixo: 

1. Liberação comercial de soja geneticamente modificada resistente a insetos, evento MON 87751, solicitado pela Monsanto do Brasil Ltda em 03/11/2014.

2. Liberação comercial de algodão GlyTol x TwinLink x COT102 (GHB614 x T304-40 x GHB119 x COT 102), solicitado pela Bayer S.A. em 29/05/2015.

3. Liberação comercial de algodão geneticamente modificado tolerante ao dicamba e glufosinato de amônio, MON 88701, solicitado pela Monsanto do Brasil Ltda em 19/06/2015.

4. Liberação comercial do milho Bt11 x MIR162 x MON 89034 x GA21, solicitado pela Syngenta Seeds Ltda em 17/12/2015.

5. Liberação comercial de milho geneticamente modificado MON 89034 x TC1507 x NK603 x MIR162, solicitado pela Dow Agrosciences e Biotecnologia Brasil Ltda em 17/02/2016.


Permanecem na pauta da Comissão em análise os seguintes processos de liberação comercial de plantas geneticamente modificadas:


1. Liberação comercial de soja geneticamente modificada resistente a insetos e tolerante aos herbicidas 2,4-D, glifosato e glufosinato de amônio, evento DAS-44406-6 x DAS-81419-2, solicitado pela Dow Agrosciences Sementes e Biotecnologia Brasil Ltda em 30/12/2014. 

2. Liberação comercial de cana-de-açúcar geneticamente modificada para resistência a insetos, solicitado pelo Centro de Tecnologia Canavieira – CTC em 29/12/2015.

3. Liberação comercial de soja geneticamente modificada MON 87751 x MON 87701 x MON 89788 resistente a insetos e tolerante a herbicidas, solicitado pela Monsanto do Brasil Ltda em 18/12/2015.

4. Liberação comercial de soja geneticamente modificada MON 87751 x MON 87708 x MON 87701 x MON 89788 resistente a insetos e tolerante ao herbicida glifosato, solicitado pela Monsanto do Brasil Ltda em 17/12/2015.

5. Liberação comercial de algodão geneticamente modificado DAS-21023-5 x DAS-24236-5 x SYN-IR102-7, solicitado pela Dow Agrosciences e Biotecnologia Brasil Ltda em 05/04/2016.

6. Liberação comercial de soja com perfil de ácidos graxos modificados para uso na alimentação humana e animal, evento DP-305423-1 e DP-305423-1 x MON-04032-6, solicitado pela DuPont Pioneer em 15/12/2016.

7. Liberação comercial de milho geneticamente modificado MON 89034 x TC1507 x MIR162 x NK603 x DAS-40278-9 resistente a insetos e tolerante aos herbicidas glufosinato de amônio, glifosato, 2,4 D e haloxifop-R, solicitado pela Dow Agrosciences Sementes e Biotecnologia Brasil Ltda em 20/12/2016. 


A próxima reunião da CTNBio está prevista para ser realizada nos dias 05 e 06 de abril de 2017.