Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Artigos

Artigos

19/08/2009

Pioneer® altera conceitos e padrões do mercado de sementes de soja

Com a sanção da Lei de Proteção de Cultivares, em abril de 1997, ocorreu uma mudança drástica no cenário do setor sementeiro nacional, em particular no segmento da produção de sementes de soja.

A Pioneer decidiu então entrar neste mercado, mas com um arrojado plano estratégico de médio prazo, visando acima de tudo transformar radicalmente o conceito de sementes de soja, onde boa parte dos produtores não percebia até então muita diferença entre semente e grão e, com razão.

Apesar de hoje ainda ocorrer, porém em escala cada vez menor, o preço da semente de soja naquela época apresentava uma estreita corelação com o valor do grão, fato que não estimulava as empresas de sementes a investir em pesquisa, processos de qualidade mais refinados e assistência técnico-comercial efetiva.

Havia um verdadeiro ciclo vicioso: com as empresas não investindo em função da baixa remuneração, por conseguinte não ofertavam um produto de melhor qualidade, que por sua vez não atendia a expectativa do produtor, que optava então por plantar grão.

A Pioneer, fundamentada em aspectos como forte percepção de que a cultura da soja ocuparia um espaço cada vez maior na produção brasileira de grãos, que a semente de soja seria veículo fundamental de agregação e transferência de tecnologia, que a tecnologia aplicada pelo produtor evoluiria rapidamente e, principalmente, na confiança em sua capacidade de ofertar produtos diferenciados, iniciou suas atividades em pesquisa, produção e comercialização de sementes de soja.


Visão transformada em realidade
Após 10 anos de atividades e tendo atingido perto de 2 milhões de sacas de 40Kg de sementes de soja, comercializadas na última safra somente no Brasil Central, a Pioneer é reconhecida na atualidade pelo potencial de suas cultivares e, principalmente, pela qualidade diferenciada de suas sementes, tornando-se referência de qualidade no mercado.

Mas, para chegar a este patamar, muito investimento tecnológico e financeiro foi e vem sendo aplicado.


Fatores do sucesso

Qualidade na íntegra
Para a Pioneer qualidade é a própria razão de existir, não restringindo-se apenas às questões fisiológicas, relativas a vigor e germinação.

Entendemos, então, qualidade sob os seguintes aspectos:

Qualidade genética – começa na pesquisa, com o desenvolvimento de cultivares que, além de geneticamente superiores, são repassadas ao Departamento de Semente Matriz, o qual faz criteriosa reprodução e manutenção das classes superiores das sementes. Paralelamente, nos campos de multiplicação das sementes comerciais são realizadas constantes e sucessivas inspeções, levando-se em consideração índices rigorosíssimos de tolerância de outras cultivares, preservando o mais elevado grau de pureza genética dos produtos.

Qualidade física – elaborado processo industrial é aplicado, entregando um produto com a melhor classificação possível, livre de qualquer impureza, facilitando ao máximo a operação de plantio do produtor.

Qualidade sanitária – os lotes são cuidadosamente examinados em laboratório próprio, por profissionais altamente especializados, com o intuito de disponibilizar um produto livre de qualquer patógeno que venha interferir no desempenho da semente e, consequentemente, no desempenho da lavoura do cliente.

Qualidade fisiológica – inicia nos campos de produção, onde nenhum talhão é colhido sem que sejam retiradas amostras e realizado o teste de tetrazólio, visando detectar dano por umidade, percevejo ou mecânico. Além deste cuidado, durante a colheita, são monitoradas diariamente todas as colheitadeiras através do teste de hipoclorito para detectar possíveis níveis de dano mecânico durante esta operação. Posteriormente, quando da formação do lote, uma bateria sistemática de testes são aplicados, entre os quais tetrazólio, emergência a campo, envelhecimento acelerado, emergência em areia e a quente, permitindo o perfeito monitoramento da qualidade até mesmo quando o produto já foi entregue ao cliente. Todos os processos que envolvem qualidade são certificados pela ISO 9001-2000.


Genética
A Pioneer foi uma das primeiras empresas a lançar cultivares geneticamente modificadas, com resistência ao herbicida Roundup Ready® (Glifosato) e, mais recentemente, com tolerância às principais raças de Nematóide do Cisto – cultivares da geração “Y”, de alta performance.


Investimento em infraestrutura

Além de três estações de pesquisa de soja localizadas em Brasília (DF), Sorriso (MT) e Palmas (TO), a Pioneer possui sua unidade industrial de produção, beneficiamento e armazenagem de sementes estrategicamente localizada em uma das melhores regiões para produção de sementes do Brasíl, em Brasília, próximo à cidade satélite de Planaltina (DF).

Com investimentos da ordem de USD$ 32 milhões, a empresa possui em seu parque industrial estrutura exclusiva para o recebimento e multiplicação das classes superiores. Uma segunda unidade para o recebimento e beneficiamento das sementes comerciais, com equipamentos automatizados, de última geração, podendo receber mais de 4.500 toneladas de sementes/dia e mais de 1.000 toneladas/dia de secagem, tratadores industriais de sementes, além uma área de armazéns com, aproximadamente, 45.000m2, abrigando mais de 2.600.000 de sacas de 40Kg e um moderno laboratório de análise de sementes, também certificado com a ISO 9001-2000 e ISO-IEC 17025, conferida pelo Ministério da Agricultura, uma vez que a Pioneer é uma Empresa Certificadora de Sementes.


Serviço
Com ampla rede de representantes técnico-comerciais, a Pioneer mantém estreito relacionamento com os clientes, levando orientações técnicas através de contato direto, Dias de Campo e inúmeros eventos técnicos.

A Pioneer foi também a primeira empresa a colocar à disposição do mercado o tratamento industrial de sementes em larga escala. Somente na última safra foram mais de 500.000 sacas tratadas, além das sementes serem entregues aos clientes na fazenda, o mais próximo possível do plantio, representando segurança, conforto e garantia de preservação da qualidade.


Modelo de negócio
A Pioneer, atuando em todas as fases do negócio, ou seja, no desenvolvimento das cultivares, multiplicação e comercialização, consegue total controle das etapas, proporcionando aos seus clientes maior segurança.


Pessoas
A empresa conta com uma equipe altamente comprometida, qualificada e de larga experiência, fator chave de seu sucesso.

 

O futuro
Novos projetos e inovações estão em desenvolvimento para atender a crescente demanda pelas sementes de soja Pioneer, entre eles a construção de mais uma unidade de produção e um centro de distribuição de sementes, o qual dará maior agilidade na entrega. Soma-se a esses, novos projetos que estão em análise e andamento que, com certeza, serão de alto impacto e trarão muitos benefícios aos nossos clientes. ​

 

Autor:
Geraldo Davanzo
Gerente de Produção Soja da Pioneer Sementes
Fonte: