Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

03/02/2014

Porto de Santos é principal "porta" de escoamento da soja no MT

Mato Grosso exportou pouco mais de 12,2 milhões de toneladas ano passado, aumento considerável frente aos 10,7 milhões em 2012. Números do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) apontam que o porto de Santos (SP) foi a principal porta de saída, com 7,1 milhões de toneladas movimentadas, seguido do de Paranaguá (PR), com 1,2 milhão e do de Vitória (ES) 1,2 milhão. Entre os principais fatores estão a logística.
 
Apesar de expressivos os números nos portos do Sudeste, os produtores também utilizaram outros como alternativa. Na lista do Imea também figuram o de Manaus (AM), por onde passaram ano passado cerca de 946,4 mil toneladas de soja mato-grossense. Já pelo de Santarém (PA) foram contabilizadas 660,2 mil toneladas e São Francisco do Sul (SC), 551,6 mil.
 
Diante do novo ciclo, portos, principalmente do Paraná já começam se preparar para receber o grão. Em Mato Grosso a colheita chega a 5,8% dos pouco mais de 8 milhões de hectares cultivados. O instituto apontou avanço de apenas 1,6 ponto percentual (p.p) semana passada, em relação à anterior, representando 478 mil hectares. “As chuvas se intensificaram nas últimas semanas na maioria das regiões produtoras de soja em MatoGrosso. Ainda assim, o produtor mato-grossense conseguiu realizar os trabalhos no campo mesmo que em ritmo reduzido”.
 
Segundo o Imea, a produtividade ponderada pela área colhida evoluiu levemente, atingindo média próxima a 53 sacas por hectare.
 
Fonte: