Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

06/02/2014

DuPont Pioneer e Two Blades Foundation trabalham no desenvolvimento de uma nova tecnologia com resistência superior contra a ferrugem asiática

A DuPont Pioneer e a Two Blades Foundation (2Blades) anunciaram que estão realizando pesquisas para desenvolver variedades de soja com maior resistência à Ferrugem Asiática, doença que atinge a cultura de soja. Esta doença reduz consideravelmente a qualidade das sementes e o rendimento da soja, uma das culturas mais importantes do mundo. Até agora, a extensa seleção do germoplasma de soja que demonstra resistência contra a ferrugem asiática não surtiu o efeito esperado pelo mercado.

A atividade de colaboração entre as empresas tem o objetivo de identificar novos genes que proporcionem resistência duradoura contra a doença. Neste processo, a DuPont Pioneer implantará novos genes que já demonstraram promover resistência contra a ferrugem asiática durante os programas de melhoramento genético, desenvolvendo variedades de soja que minimizem as perdas dos agricultores. “A ferrugem asiática é um grande desafio para os agricultores e para nós, que estamos trabalhando no desenvolvimento de várias tecnologias que atendam as necessidades dos nossos clientes”, afirma Gusui Wu, diretor sênior de pesquisa da DuPont Pioneer. "Este trabalho de colaboração pode promover avanços no processo de melhoramento genético e biotecnologia que combatam esta devastadora doença da soja”, ressalta.

O anúncio desta atividade de colaboração entre as empresas está sustentada em um programa de pesquisa conjunta com a Universidade Federal de Viçosa (UFV), em Minas Gerais (Brasil), e com The Sainsbury Laboratory (TSL), em Norwich (Reino Unido), liderado pela 2Blades para identificar novos genes que promovam a resistência e que possam ser usados no controle da ferrugem asiática.
 
O Laboratório de Genética e Genômica da Interação Planta-Patógeno na Universidade Federal de Viçosa tem um tradicional e reconhecido programa de pesquisa na identificação de fontes de resistência contra a ferrugem. “Nossa colaboração com a Two Blades Foundation, The Sainsbury Lab e DuPont Pioneer reforça a possibilidade de fornecer alternativas para diminuir o impacto econômico da doença, que só no Brasil está estimado em $1,7 bilhão na safra de 2013-2014”, destaca o professor Sergio H. Brommonschenkel, da UFV.

“O Sainsbury Laboratory é conhecido pela qualidade de sua pesquisa. No entanto, para que nossa ciência tenha um grande impacto, precisamos de colaborações com empresas líderes mundiais, como a DuPont Pioneer. Estamos muito satisfeitos com o fato de a Two Blades Foundation ter nos ajudado a estabelecer esse acordo e estamos ansiosos para oferecer soluções para essa importante doença”, afirma Jonathan Jones do TSL.

A Two Blades Foundation (www.2blades.org) é uma organização sem fins lucrativos 501(c)3 dedicada ao desenvolvimento de resistência duradoura a doenças em culturas agrícolas.

A DuPont Pioneer é líder mundial no desenvolvimento e fornecimento de genética avançada de plantas, oferecendo sementes de alta qualidade a agricultores em mais de 90 países. A DuPont Pioneer fornece suporte e serviços agronômicos para ajudar a aumentar a produtividade e a rentabilidade dos agricultores e se empenha em desenvolver sistemas agrícolas sustentáveis para pessoas em todos os lugares.

Desde 1802, a DuPont (NYSE: DD) traz ao mundo o melhor da Ciência em forma de produtos, materiais e serviços inovadores. A companhia acredita que por meio da colaboração com clientes, governos, ONGs e líderes de opinião é possível encontrar soluções para os desafios globais, provendo alimentos saudáveis e suficientes para a população mundial, reduzindo a dependência de combustíveis fósseis e protegendo a vida e o meio ambiente. Para mais informações sobre a DuPont e seu compromisso com a inovação, acesse www.dupont.com.
 
Fonte: