Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

25/02/2014

Mato Grosso semea 57% da área prevista para a safra de milho

O plantio do milho em Mato Grosso chegou a 57,9% dos pouco mais de 3,2 milhões de hectares previstos para este ciclo, até a última quinta-feira (21), avanço de 12 pontos percentuais (p.p.) em relação a semana anterior. A constatação é do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), que no boletim divulgado apontou que no ciclo anterior os trabalhos estavam 500 mil hectares à frente.
 
“Se este cenário se mantiver, serão pouco mais de 1,3 milhão de hectares para serem semeados fora da janela. O risco neste caso não é a chuva e sim a falta dela. Em abril termina a estação chuvosa no Estado e o milho semeado fora do prazo pode ser prejudicado pela falta de água, podendo gerar queda da produtividade, que atualmente está prevista em 87,6 sc/ha na safra 2014”, apontou o instituto.
 
De acordo com o Imea, duas regiões merecem destaque na semeadura deste ano. “A região oeste é a única do Estado que apresenta para o período área semeada maior se comparada a do ano passado, cerca de 23 mil hectares a mais. Já na região do médio-norte, a estatística é negativa. Apesar de a área recuar 13% nesta safra na região, os 987 mil hectares semeados até o momento apresentam recuo de 319 mil hectares em relação a 2013, representando menos milho semeado dentro do prazo ideal. Isso ocorre, devido às dificuldades climáticas que atrapalharam as atividades no campo”.
 
No mercado interno mato-grossense, o instituto destacou que atualmente contrato que apresenta a maior liquidez é aquele para pagamento e entrega em agosto. “Em Rondonópolis, a semana iniciou com milho para agosto cotado a R$ 15,00/sc e fechou a semana cotado a R$ 15,50/sc, evolução semanal de 3,3%, a maior dentre as cidades analisadas. Já em Campo Novo, o milho para agosto encerrou a semana cotado a R$ 13,50/sc. E em Campo Verde, a semana iniciou a R$ 15,00/sc, oscilando durante a semana e encerrando também a R$ 15,00/sc”.​​
 
Fonte: