Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

28/02/2014

Safra Recorde de grãos e fibras garante aumento de 7% da agropecuária em 2013

Análise da CNA mostra que soja, milho e cana foram os principais responsáveis pelo desempenho do setor, que puxou o crescimento de 2,3% do PIB do país no ano passado
 
O bom desempenho da safra de grãos e fibras, com produção recorde de 186,7 milhões de toneladas, garantiu o crescimento de 7% do Produto Interno Bruto (PIB) da agropecuária em 2013. O setor foi o principal responsável pela expansão de 2,3% do PIB do país no ano passado, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (27/2) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
 
Segundo análise da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), os produtos que mais contribuíram para a expansão da agropecuária foram a soja, que também registrou safra recorde (81,4 milhões de toneladas), e o milho primeira e segunda safra, que juntos alcançaram 80,2 milhões de toneladas, e a cana-de-açúcar, cuja produção totalizou 588,9 milhões de toneladas.
 
No quarto trimestre de 2013, o setor teve elevação de 2,4% em relação ao mesmo período de 2012. Na comparação com o terceiro trimestre do ano passado, o crescimento foi nulo, em razão da entressafra na maioria das culturas, provocando uma desaceleração sazonal nos últimos três meses do ano, confirmando as estimativas divulgadas no final do ano passado, explica a CNA.
 
Para 2014, a expectativa é de que a agropecuária mantenha o mesmo ritmo observado em 2013. No entanto, alerta a entidade, “as irregularidades climáticas observadas desde o início do ano terão efeito negativo sobre a produtividade das lavouras”. De acordo com a CNA, a escassez de chuvas tende a afetar as lavouras de grãos no Paraná, Rio Grande do sul, Goiás e oeste da Bahia.
 
Já em Mato Grosso, o excesso de chuvas pode prejudicar a produtividade e reduzir também a qualidade dos grãos em áreas onde a colheita ainda não foi feita, além de comprometer o plantio da safrinha de milho e o desenvolvimento da safra de algodão.
Fonte: