Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

28/02/2014

Operação Safra chega à região de Ponta Grossa

A segunda blitz da Operação Safra 2014, da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), foi realizada na quarta-feira (26), na região dos Campos Gerais. No Posto Furnas, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR 376 (Rodovia do Café), em Ponta Grossa, os caminhoneiros receberam informações sobre as regras de descarga no Porto de Paranaguá e dicas para o correto acondicionamento da carga e limpeza dos caminhões, após o processo.
 
O superintendente dos portos de Paranaguá e Antonina, Luiz Henrique Dividino, e o diretor empresarial da Appa, Lourenço Fregonese, participaram da ação. “Nosso trabalho é constante para melhor atender o agronegócio brasileiro. O sistema carga Online tem passado por ajustes constantes e falar direto com os caminhoneiros, que são atores tão importantes nesta cadeia, é uma das nossas principais metas”, explicou o superintendente.
 
Todo o cadastramento das cargas destinadas ao Porto é de responsabilidade dos exportadores (donos da carga). O caminhoneiro não participa desta etapa do processo. No entanto, o sistema adotado pelo porto disponibiliza mecanismos para que os motoristas possam averiguar se as cargas que estão transportando já estão cadastradas no sistema do porto, antes mesmo de sair de casa.

Limpeza – Este ano, além das orientações de como contribuir para evitar a formação de filas no acesso ao Porto, dispostas no folder e no site (www.operacaosafra.pr.gov.br), a Operação Safra também trata da necessidade de manter as vias limpas. Por isso, nas blitzes, com o apoio da PRF, os Guardas Portuários entregam aos caminhoneiros lixeiras para os caminhões e sacos de lixo para acondicionar o resultado das varreduras da carroceria, evitando assim o acúmulo de resíduos nas  vias urbanas, em Paranaguá.
 
“Estamos distribuindo sacos de lixo nas saídas dos terminais graneleiros. Queremos que os caminhoneiros nos ajudem a manter a cidade mais limpa. Ao colocarem a varredura nestes sacos, poderemos inclusive identificar quais locais ocorrem com mais intensidade esta varredura e, assim, trabalhar de forma mais intensificada naquela região”, explica Fregonese.
 
Safra – Durante os meses de janeiro e fevereiro, a exportação de grãos pelo Porto de Paranaguá foi recorde. O volume de grãos exportados já passou a marca dos dois milhões de toneladas. O volume de caminhões rumo ao porto também é intenso e até o ultimo dia 25 somou  56,1 mil unidades.
 
Para 2014, a expectativa da Appa é que o Corredor de Exportação movimente entre 17 e 20 milhões de toneladas. E acredita-se que cerca de 450 mil caminhões graneleiros passem pelo pátio de triagem do Porto.
Fonte: