Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

21/03/2014

Logística é uma das prioridades do Ministério da Agricultura

A Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso - FAMATO recebeu, nesta quinta-feira (20/03), o ministro da Agricultura e produtor rural de Mato Grosso Neri Geller. Foi a primeira visita dele ao Estado como ministro após três dias de sua posse em Brasília. Em seu discurso, Geller destacou que trabalhará para melhorar ainda mais a política agrícola brasileira e a logística do país, em especial a de Mato Grosso.

Segundo o ministro, em sua gestão uma das prioridades será a estruturação portuária do país. "Vamos acompanhar a estruturação portuária que tem que acontecer. A duplicação da BR-163, a presidente Dilma teve a coragem de fazer o enfrentamento e privatizá-la em quatro anos na divisa do  Mato Grosso do Sul até Sinop. São avanços importantes", avaliou.

Além disso, Geller informou que o ministério trabalhará junto com a inciativa privada. "Vamos trabalhar juntos com a iniciativa privada, fazer esse trabalho por que vai agregar valor e vai dar ao produtor brasileiro condições de ampliar com bastante energia a produção nacional. São linhas que vamos atuar nesse sentido e viabilizar a produção cada vez mais com sustentabilidade e muito ligada ao setor", acrescentou.

Segundo Geller, foram liberados R$ 136 bilhões para todos os programas de equalização, sendo R$ 180 milhões já destinados para os programas de armazenagem e acesso à inovação tecnológica. "Temos outros problemas com a logística, mas vamos estruturar dentro do ministério para fazer o acompanhamento passo a passo", afirmou.

O presidente da FAMATO, Rui Prado, reforçou a importância de o setor produtivo ter no Ministério da Agricultura um representante que conhece bem a realidade de Mato Grosso. "Nossas reivindicações o ministro já sabe. Entre elas estão a celeridade nos registros dos defensivos agrícolas e a necessidade do apoio do governo para melhorar as condições do seguro rural. Acabamos de viver um momento em Mato Grosso em que vários produtores perderam grande parte da sua safra e o seguro rural é uma ferramenta que precisa ser aprimorada. Acreditamos que o ministério entrará forte nesse assunto para solucionar esse problema", enfatizou Prado.​
Fonte: