Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

01/04/2014

Rússia é mercado estratégico para avicultura

“Exportar carne de frango a um país tão populoso como a Rússia é uma janela de oportunidades para o mercado brasileiro”. A afirmação é da gerente econômica da Federação da Agricultura e Pecuária do Mato Grosso do Sul (Sistema Famasul), Adriana Mascarenhas.

Ela referia-se à informação do Serviço Federal de Vigilância Veterinária e Fitossanitária da Rússia (Rosselkhoznadzor) sobre a liberação da importação de carne de aves do frigorífico Seara/JBS em Sidrolândia/MS. De acordo com a economista da Famasul, além de populoso a Rússia é uma país que tradicionalmente consome carne de frango.

"Ainda é cedo para projetar quanto o setor será beneficiado com as negociações com a Rússia. Mas reforça a expectativa de um ano positivo para o mercado de aves em MS, recuperando-se da crise de 2012, quando os preços de milho, um dos principais insumos do setor, estavam em patamares elevados", diz ela.

Segundo as informações do Departamento Econômico do Sistema Famasul, entre janeiro e fevereiro deste ano, os embarques internacionais de carne de frango 'in natura' de MS somaram 25 mil toneladas. Houve alta de 39% em relação ao primeiro bimestre de 2013, quando as vendas foram de 18 mil toneladas, resultando no faturamento de US$ 54,2 milhões.

Do total vendido nos dois primeiros meses deste ano, a Rússia comprou 9,8%, ou seja, 2,4 mil toneladas de carne de frango de MS. Ocupa assim a quarta posição no ranking de maiores compradores de carne de frango do Estado.

Além do frigorífico de Sidrolândia, o serviço Federal russo liberou neste mês de março a importação de carne suína, miúdos e gorduras de duas unidades brasileiras e também da carne de aves, miúdos e gorduras de três frigoríficos. Os estabelecimentos de carne suína liberados neste mês foram um de Rio Verde/GO e um de Itapiranga/SC. Já as unidades liberadas de aves, além do município sul-mato-grossense foram de Mineiros/GO e de Passos/MG.
Fonte: