Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

16/04/2014

USDA: Plantio do milho nos EUA em 3%; neve volta ao Meio-Oeste esta semana

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou, nesta segunda-feira (14), seu primeiro relatório de acompanhamento de safras da temporada 2014/15 para os grãos. A princípio, há números somente para milho, trigo e algodão. 

O plantio do milho, de acordo com o boletim, foi concluído em 3% da área até o último domingo (13). Em relação ao ano passado, os trabalhos estão ligeiramente adiantados, já que nessa mesma época em 2012, o índice de semeadura era de 2%. Já a média dos últimos cinco anos é de 6%. 

Sobre o trigo de primavera, o departamento informou que o plantio está em 6%, contra 5% do ano passado. Já sobre o trigo de inverno, o USDA reportou 34% das lavouras em boas ou excelentes condições, 32% em condições ruins ou muito ruins e 34% em situação regular. Na semana anterior, esses números eram, respectivamente, 35%, 29% e 36%. 

O plantio do algodão, por sua vez, já está 8% concluído, contra 9% da média dos últimos cinco anos. Em 2012, nesse mesmo período, os trabalhos de campo estavam também em 8% e, na semana passada, o número era de 6%. 

Clima nos EUA

O site norte-americano AccuWeather, um dos mais importantes na previsão do tempo dos Estados Unidos, informou, nesta segunda-feira (14), que o Meio-Oeste do país, principal região de produção agrícola, voltou a sofrer com a incidência de neve. "Não é somente o ar dramaticamente mais frio que voltou ao Meio-Oeste, como também a presença de neve em algumas regiões", informou o site. 

A tempestade que atingiu Nebraska e cobriu o estado com até meio pé de neve na noite do último domingo (13) continuará a se mover para a região nordeste nestas segunda e terça-feira e, em seguida, seguirá para o Nordeste. 

Algumas ondas de baixa pressão deverão atingir a parte norte do Meio-Oeste até terça-feira e traz consigo a possibilidade de neve em Chicago, o que se estende para a região de New England. ​
Fonte: