Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

23/05/2014

Australianos querem investir no agro

Uma delegação de consultores australianos reuniu-se na quinta-feira (22) com representantes da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), para conhecer o potencial de crescimento e logística das exportações brasileiras. A comitiva está em visita ao país com a proposta de discutir as oportunidades e desafios da produção e comercialização de grãos, pois tem interesse em realizar investimentos no setor. 

Os australianos estão especialmente interessados na produção de soja e milho, desde a capacidade de armazenagem até o escoamento da safra. Além do Brasil, o grupo vai visitar os principais países da América do Sul, como Argentina e Uruguai. Um dos pontos discutidos no encontro foi a logística. 

A Superintendente de Relações Internacionais da CNA, Tatiana Palermo, apresentou uma série de projetos de investimento em logística que preveem construções de mais trechos de rodovias, ferrovias e hidrovias no chamado Arco Norte, localizado acima do paralelo 16 que corta os estados de Mato Grosso e Goiás. O objetivo é facilitar e baratear o escoamento de metade da produção de grãos do país, hoje concentrada no Arco Norte. Dos 52% da safra de grãos ali produzidos, apenas 14% são exportados pelos portos do Norte do país. O restante desce até dois mil quilômetros de rodovia e acaba congestionando os portos do Sul e Sudeste. 

A comitiva foi liderada pelo presidente do Conselho de Diretores da CBH, Neil Wandel, e o diretor geral da Rede de Fornecimento e Inovação, Colin Tutt. O grupo CBH é uma cooperativa que representa mais de 140 mil produtores de grãos da região ocidental e costa leste da Austrália. A empresa é uma das principais organizações de grão do país com mais de 4.500 sócios e de uma produção anual de 10 a 14 milhões de toneladas. 
Fonte: