Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

28/05/2014

Nova Mutum: chuvas deixam produtores otimistas com produtividade do milho

Os produtores de Nova Mutum estão mais otimistas com a produção do milho desta safra, já que com o atraso no plantio, cerca de 40% da semeadura ficou fora da janela. O delegado do Núcleo da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Emerson Zancanaro, afirmou em entrevista ao Só Noticias/Agronotícias, que as chuvas dos últimos dias foram favoráveis. “Todos nós estávamos temerosos, mas como tivemos a nosso favor essas últimas chuvas, o quadro mudou completamente”, disse.

Emerson afirmou ainda que a colheita da safra deste ano deva ficar na casa de 90 a 100 sacas por hectare, e lembrou que no ano passado a média foi de 110 sacas por hectares. A Secretaria Municipal de Agricultura aponta que no ano passado a safra somou no total 135 mil hectares. Este ano caiu para 115 mil. As primeiras colheitas devem começar a ocorrer a partir da segunda quinzena de junho.

Conforme Só Notícias/Agronotícias já informou, as especulações para o próximo ciclo já começaram no estado. Produzir milho vai ficar mais caro no ciclo 14/15, já que o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária estimou o valor inicial dos custos em R$ 1.959,14/ha para o grão de alta tecnologia e de R$ 1.787,90/ha para o de média. “É observada uma participação acentuada dos custos com os insumos sobre o custo total, com participação de 56% nos gastos totais, tanto na produção de alta como na de média tecnologia”. O preço médio no ciclo 13/14 ficou em torno de R$ 1,5 mil.

Segundo o Imea, “a relação de troca entre os insumos e o preço de paridade para julho de 2015 torna a situação do milho ainda mais frágil, uma vez que seria necessária a venda de 97 sc/ha para cobrir o gasto com os insumos na produção de alta tecnologia e 87 sc/ha na média tecnologia”.
Fonte: