Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

24/06/2014

Terminal de Rondonópolis movimenta 6,5 milhões de toneladas em oito meses

Nos primeiros oito meses de atuação, o terminal ferroviário intermodal da América Latina Logística (ALL) em Rondonópolis (MT) movimentou aproximadamente 6,5 milhões de toneladas de grãos. Os dados contabilizados são de setembro do ano passado a maio deste ano. O destaque do período fica para a soja que somou aproximadamente 3,5 milhões de toneladas, representando mais da metade do volume total escoado.

Com operação 24 horas por dia, o terminal registrou no período a circulação de cerca de 140 mil caminhões. A carga, que é primeiramente estocada e depois transbordada para os trens, segue integralmente para o Porto de Santos (SP). Por dia, são carregados em média seis trens, compostos cada um de 80 vagões. Cada vagão por sua vez tem capacidade de receber 80 toneladas de grãos - o dobro do suporte de um caminhão bi-trem. Esse montante tira cerca de mil caminhões das rodovias diariamente.

Segundo o gerente de Terminais em Mato Grosso, Ivandro Paim, nesses meses os processos foram aprimorados, o time de colaboradores treinado e o terminal está operando com 100% da sua capacidade. “Cumprimos todos os contratos comerciais com nossos clientes. Outro ponto importante foi a certificação do nosso terminal com o GMP+B3, fato que garante a qualidade dos serviços, atendendo normas e padrões internacionais na movimentação dos produtos”, explicou.

Ivandro observa ainda que não houve ocorrências de filas na BR-163 nesta primeira fase e atribuiu o efeito à eficácia do Sistema de Agendamento Rodoviário, implantado no terminal. O sistema possibilita otimização no giro de caminhões, diminuindo o tempo de espera dos motoristas para descarregar. Além do sistema, que emite uma quantidade de senhas limite diariamente para evitar a formação de filas, a companhia trabalha na construção de um pátio de triagem com um centro de serviços de atendimento para os caminhoneiros que eventualmente chegarem adiantados.

O Complexo Intermodal de Rondonópolis (CIR), maior da América Latina, foi inaugurado em setembro do ano passado. Sua estrutura conta com sete tombadores que operam simultaneamente com autonomia de descarga de 70 caminhões por hora e tem capacidade estática de armazenagem de 60 mil toneladas de grãos.
Fonte: