Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

22/07/2014

Milho: Após perdas recentes, mercado esboça reação e opera com leve alta


No início do pregão desta terça-feira (22), os futuros do milho negociados na Bolsa de Chicago (CBOT) operam com ligeiras altas. Por volta das 8h12 (horário de Brasília), as principais posições da commodity exibiam leves ganhos entre 0,75 e 1,25 pontos. O vencimento setembro/14 era cotado a US$ 3,65 por bushel.

Após as perdas expressivas das últimas semanas, o mercado esboça uma recuperação. Na sessão anterior, o preço do cereal caiu para US$ 3,70, o menor patamar para um contrato ativo desde 14 de julho de 2010.

De acordo com o boletim de acompanhamento de safras do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), reportado no final desta segunda-feira, cerca de 76% das lavouras de milho apresentavam boas ou excelentes condições até o dia 20 de julho. O percentual está em linha com o divulgado na semana anterior.

Em torno de 19% das plantações apresentavam situação regular e 5% estão em condições ruins ou muito ruins. Ainda segundo informações do USDA, 56% das lavouras do cereal estão em fase de espigamento, contra 34% registrado na semana passada.

A classificação do milho são as mais altas em uma década, uma vez que as temperaturas amenas no Centro-Oeste dos EUA ajudaram a impulsionar as perspectivas de rendimentos, conforme informações divulgadas pela agência internacional de notícias Bloomberg. Com isso, já é grande o sentimento por parte dos participantes do mercado que o departamento revise para cima a expectativa de produtividade das plantações dos EUA, por enquanto, estimada em 174,95 sacas por hectare.​
Fonte: