Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

15/08/2013

Milho sobe na CBOT puxado por etanol - Análise Agrolink

por Leonardo Gottems
 
A Bolsa de Cereais de Chicago registrou nesta quarta-feira (14.08) alta de 8 de centavos de dólar no preço do milho nos contratos de Dezembro deste ano. Os futuros foram negociados positivos no dia, liderado por ganhos no contrato de Setembro, com lances subindo nos mercados de etanol e CIF.
 
O spread setembro/dezembro subiu com a possibilidade de que uma tempestade tropical ou furacão no Atlântico poderia mudar a situação no Golfo do México. Se isso ocorrer, as fortes chuvas na região podem atrasar o progresso da colheita e empurrar a demanda para a campanha de comercialização de safra velha.
 
A produção de etanol para a semana que terminou em 9 de agosto teve uma média de 857 mil barris por dia, um aumento de 0,50% em relação à semana passada e de 4,6% contra o ano passado. A produção total para a semana foi de 6 milhões de barris.
 
O milho utilizado na produção da semana passada foi estimado em 90 milhões de bushels, e o uso que está acumulado para esta safra é de 4,3 bilhões de bushels. Esse uso precisa ser, em média, de 107,3 milhões de bushels por semana para atender a estimativa do USDA de 4,6 bilhões de bushels neste ano-safra.
 
Os estoques foram estimados em 16,4 milhões de barris, uma queda de 1,75% em relação à semana passada e menos 11% em relação ao ano passado. Os dados indicam que a demanda de etanol para a campanha da safra velha pode diminuir nos próximos relatórios do USDA. Houve rumores de que os modelos climáticos de setembro apontam tendências mais frias do que os mapas anteriores, o que levou o mercado a cogitar acerca de uma geada ou congelamento precoce.
 
 
 
Fonte: