Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

05/09/2014

Aprosoja MT faz oficinas de orientações sobre trabalho em altura e espaço confinado

Para garantir os cuidados necessários durante o trabalho em espaços confinados e em altura, a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) e empresa ADM realizaram oficinas de orientação para produtores e funcionários de quatro municípios do estado. As palestras que tratam das normas regulamentadoras do Ministério do Trabalho, NR 33 e NR 35, foram realizadas na última semana de agosto.

“Este é o nosso segundo ano de parceria com a ADM, que é referência nacional no assunto. As oficinas reuniram 66 novos alunos, que vão multiplicar essas informações”, destacou o gerente de Planejamento da Aprosoja-MT, Cid Sanches.

Os supervisores de projetos da associação e dois representantes da ADM acompanharam as oficinas nos municípios de Sapezal, Campo Novo do Parecis, Lucas do Rio Verde e Sorriso. “Neste ano, a Aprosoja-MT adquiriu todos os equipamentos de segurança necessários para a realização destas atividades. Isso enriqueceu o aprendizado dos participantes”, lembrou a supervisora de segurança ADM, Ana Paula Eberle.

No início de agosto, a Aprosoja-MT começou a distribuir a última edição do vídeo Diálogos Diários de Segurança (DDS), que orienta os trabalhadores sobre as questões de segurança em espaços confinados, conforme norma regulamentadora do Ministério do Trabalho (NR 33) e trabalho em altura (NR 35). “Além das palestras de orientação, apresentamos o nosso novo filme que mostra passo a passo como devem ser realizados os trabalhos nesses ambientes”, salientou Sanches.

O vídeo que trata das questões de segurança em espaços confinados e trabalho em altura também está disponível no site da Aprosoja-MT.

A série de oficinas foi realizada por meio do Soja Plus,  programa desenvolvido pela Aprosoja-MT e Associação Brasileira de Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), que tem como missão capacitar gratuitamente o produtor rural distribuindo cartilhas e promovendo cursos sobre saúde e segurança no trabalho, adequação de construções rurais, novo código florestal, dias de campo em fazendas modelo e visitas técnicas para monitoramento de indicadores de desempenho. Atualmente, 600 produtores participam do programa.
Fonte: