Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

08/10/2014

Emater-PR e Embrapa lançam publicação sobre MIP para soja

O Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-Paraná), em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), lançam hoje (8), no Auditório da Embrapa Soja (Londrina-PR) a publicação Resultados do Manejo Integrado de Pragas na Safra 2013/14 no Paraná. O lançamento contará com a presença do diretor técnico da Emater, Natalino Avance de Souza; do secretário executivo do programa Plante Seu Futuro, Tarciso Fialho, do chefe de Transferência de Tecnologia da Embrapa Soja, Alexandre Cattelan e dos autores Osmar Conte, Nelson Harger, Fernando Teixeira de Oliveira e Beatriz Côrrea-Ferreira.
 
A publicação será entregue para 100 agrônomos que assistem produtores em 15 regiões de atuação da Emater no Paraná, além de profissionais da Federação da Agricultura do Estado do Paraná e da cooperativa Coperabro. Os técnicos participaram de treinamento em Manejo Integrado de Pragas (MIP), realizado pela Embrapa e Emater-PR.  O coordenador do projeto grãos da Emater-PR, Nelson Harger, diz que o treinamento possibilita a ampliação das ações do MIP no Estado. “Pretendemos trazer informações qualificadas aos técnicos para que eles auxiliem os produtores nas tomadas de decisão referentes ao manejo de pragas no sistema da produção em que a soja participa”, ressalta Harger.
 
Ao final do treinamento, os agrônomos irão receber o documento Resultados do Manejo Integrado de Pragas na Safra 2013/14 no Paraná. A publicação apresenta os resultados obtidos, na última safra, em 46 Unidades de Referência (URs), conduzidas pela Emater-PR com produtores do Estado em que se avaliou o impacto da utilização no Manejo Integrado de Pragas. Um dos dados surpreendentes é que se comprovou um prolongamento no tempo decorrido até a primeira aplicação de inseticidas. “Nas áreas em que se praticou o MIP, os produtores fizeram a primeira aplicação de inseticida com mais 50 dias, enquanto que a média onde não se pratica o MIP é de 25 dias”, ressalta o pesquisador Osmar Conte, da Embrapa.
 
Além disso, em áreas em que não se fez o MIP, a média foi de 5 aplicações no Paraná. Por outro lado, a aplicação de inseticidas foi reduzida pela metade - 2,3 aplicações - nas URs assistidas pela Emater.  “Esperamos que as informações disponibilizadas possam estimular um maior uso do manejo integrado de pragas na cultura da soja”, ressalta a pesquisadora Beatriz Ferreira. “Os resultados mostram ser possível reduzir o uso de agroquímicos no controle de pragas da soja e assim, propiciar melhorias na renda do produtor de soja e minimizar o impacto ao ambiente”.
 
A publicação é fruto de ações estabelecidas no âmbito da Campanha Plante seu Futuro, que tem em seu Comitê Gestor a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Paraná (Seab), Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná, o sistema Ocepar, da Organização das Cooperativas do Paraná a Itaipu Binacional, o Instituto Agronômico do Paraná, a Federação da Agricultura do Estado do Paraná, a Emater e a Embrapa.
 
Evento
Lançamento de publicação: Resultados do Manejo Integrado de Pragas na Safra 2013/14 no Paraná.
Data: 8 de outubro de 2014
Horário: 11h
Local: Auditório da Embrapa Soja

Fonte: