Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

15/10/2014

Sondagem liga o campo ao mercado

Com o tema “Eficiência e competitividade, no campo e no mercado”, a Expedição Safra Gazeta do Povo partiu na terça-feira (14) para a região que deu a largada ao plantio brasileiro de soja e milho. Perto de 2 milhões de hectares foram cortados pelas plantadeiras nas últimas semanas do Norte ao Oeste do Paraná. Na semana que vem, técnicos e jornalistas que participam do projeto percorrerão também o Paraguai, onde o plantio é dado como encerrado e as plantas avançam em desenvolvimento vegetativo. Esse é o primeiro roteiro da 9ª edição da Expedição Safra, que vai percorrer 25 mil quilômetros só na fase do plantio sul-americano.

Em plena implantação de uma safra recorde de soja na América do Sul — que tende a crescer 4% em área do Brasil (para 30,6 milhões de hectares) e 6% no Paraguai (para 3,2 milhões de ha no primeiro plantio), conforme os números iniciais da Expedição —, uma equipe percorrerá também o Corn Belt e visitará a Bolsa de Chicago nos Estados Unidos. A estratégia é avaliar tendências da oferta e do mercado simultaneamente, para oferecer informações e análises em primeira mão ao agronegócio.

As consequências das variações climáticas que estão sendo registradas no Sudeste e no Centro-Oeste serão o foco de duas viagens a essas regiões, nas próximas semanas. A fase final do plantio brasileiro será monitorada com uma incursão ao MaToPiBa – região agrícola que abrange áreas do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia.

 

Parceria reforça caráter técnico e o trabalho de campo no Paraguai

Uma parceria entre a Expedição Safra e a Agrotec, empresa de serviços agropecuários que atua no Paraguai, dá novo perfil à sondagem que vinha sendo desenvolvida na região. Tradicionalmente, técnicos e jornalistas acompanhavam soja e milho nos vizinhos sul-americanos somente na colheita. Após o trabalho desenvolvido ao lado da Agrotec na colheita 2013/14, esse monitoramento passa a ser feito também na época do plantio em campos paraguaios. Técnicos e jornalistas participam de encontros com produtores, colhendo dados sobre a safra e levam informações para que o setor possa discutir o mercado e ampliar seu poder de análise. Essa discussão mostra-se necessária o ano todo, justificando a sondagem neste momento. Quatro dias de campo e eventos técnicos estão programados para a próxima semana, com participação de 500 pessoas.

 

Produtividade faz diferença no PR

O Paraná está ampliando a área plantada com soja em 3,2%, conforme estimativa inicial da Expedição Safra, mas a produtividade é que fará a diferença na colheita 2014/15 — que pode crescer 15%, passando de 17 milhões de toneladas. Depois de um ano de quebra, o estado espera recuperação de 10% nesse índice, chegando a 3,35 mil quilos por hectare. Trata-se do melhor desempenho previsto entre os estados brasileiros. A Expedição leva em conta o potencial do solo e da tecnologia empregada pelo setor produtivo. Técnicos e jornalistas vão a campo para conferir as avaliações regionais. Nesta semana, a viagem será do Norte ao Oeste. As regiões que plantam mais tarde motivarão nova viagem.



Fonte: