Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

20/10/2014

Novo estudo confirma que milho biofortificado aumenta os níveis de vitamina A nas crianças

Um estudo divulgado na American Journal of Clinical Nutrition (revista americana de nutrição clínica) confirmou a eficácia do milho biofortificado em aumentar as reservas de vitamina A no organismo. Este milho foi produzido pelos métodos convencionais (não geneticamente modificado), de modo a possuir níveis mais elevados de betacaroteno, uma substância que o organismo transforma em vitamina A.

A insuficiência de vitamina A provoca cegueira em aproximadamente 500 mil crianças todos os anos e aumenta o risco de morte por doenças. Os alimentos ricos em vitamina A, como os frutos cor de laranja ou a carne, nem sempre estão disponíveis ou acabam por serem muito caros. Em muitos países, as pessoas ingerem grandes quantidades de alimentos básicos a saúde, como o milho. Na Zâmbia, as pessoas chegam a comer quase meio quilo de milho branco por dia, mas este não lhes fornece pró-vitamina A. Substituir este milho pelo milho biofortificado, de cor laranja, rico em betacaroteno, poderia satisfazer até cerca de metade das necessidades diárias de vitamina A dos zambianos.

Neste estudo, as crianças foram aleatoriamente colocadas em três grupos de alimentação diferentes e receberam milho branco, milho alaranjado ou um suplemento diário de vitamina A. Três meses depois, os grupos que receberam o milho alaranjado e os suplementos de vitamina A demonstraram um aumento significativo nas reservas totais de vitamina A no organismo, ao passo que no grupo que recebeu o milho branco não se verificou nenhuma alteração.

A cientista responsável, Sherry Tanumihardjo, afirmou: “ficamos surpreendidos ao verificar que a maioria das crianças do estudo já tinha reservas substanciais de vitamina A. Contudo, apesar destas reservas adequadas de vitamina A, ainda assistimos a um aumento da vitamina A provocado pelo milho alaranjado. Estou confiante de que o milho alaranjado poderá ser especialmente eficaz no aumento das reservas de vitamina A no organismo em populações com deficiência dessa vitamina”.
 
Na Zâmbia, o HarvestPlus tem planos para que 100 mil agricultores passem a produzir o milho alaranjado em 2015. De acordo com Eliab Simpungwe, Gerente Local do HarvestPlus, “os consumidores receberam bem o milho alaranjado depois de o terem provado.” O milho alaranjado também tem alto rendimento, é resistente a vírus e doenças, além de ser tolerante à seca.
Fonte: