Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

06/11/2014

Instituto em MT indica fatores de alta no preço do milho

“O mercado doméstico do cereal conseguiu atingir uma reação em suas cotações tanto a nível nacional como estadual em outubro, após o patamar reduzido no preço do milho em setembro”. A análise é do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), que no último boletim, destacou que “um dos principais fatores da alta foram os baixos volumes de chuvas nas regiões produtoras no último mês, prejudicando o cultivo da soja, podendo impactar sobre a expectativa de produção da segunda safra de milho”.
 
Segundo o instituto, “a primeira safra já tem expectativa de menor área. Outro fator da elevação tem sido o comportamento do milho no mercado externo e a alta do dólar. Prova disso foi a forte alta de 19% em outubro no indicador Cepea e a elevação de 18% na BM&F. Já no mercado físico de MT, foi registrado a maior alta mensal se comparado com os preços da BM&F e Cepea, de 25%, atingindo média acima de R$ 14,00/sc no Estado”.
 
Conforme o Imea, “com isso, esse cenário torna-se positivo para que sejam feitas melhores negociações para o milho que ainda falta ser comercializado”.
 
Em relação aos custos da próxima safra, o dispêndio estimado para o cereal de alta tecnologia “ficou em cerca de R$ 1.249,60/ha, sendo necessárias 87,20 sacas do cereal para cobrir os custos da lavoura, redução de 6,14% em comparação com a estimativa da semana anterior”.
 
Fonte: