Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

04/12/2014

Produtores possuem até 31 de dezembro para renegociar dívidas com o FCO

Encerra no próximo dia 31 o prazo para os produtores rurais renegociarem seus débitos como Fundo Constitucional do Centro Oeste (FCO). Podem renegociar as dividas aqueles produtores que contrataram o fundo desde a sua criação até o dia 31 de dezembro de 2008.
 
De acordo com a Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), o produtor rural que buscar a renegociação terá prazo de 10 anos para o débito.
 
A analista de agricultura da Famato, Karine Machado, explica que em Mato Grosso a instituição financeira autorizada pelo Banco Central do Brasil (Bacen) para contratação do FCO é o Banco do Brasil. A analista pontua que as parcelas atrasadas do financiamento feito pelo produtor voltar à situação de normalidade com a renegociação, " sem a incidência de bônus de adimplência, mais o rebate, multa, mora e demais encargos".
 
"Como em Mato Grosso, não há mais unidades de cobrança do Banco do Brasil e o prazo já está terminando, é importante que os produtores interessados em renegociar a dívida procurem o quanto antes o seu respectivo gerente para que a operação seja localizada, pois após esse contato com a agência o produtor ainda terá que entrar em contato com unidade de cobrança do banco fora do estado, que por sua vez lhe encaminhará para um escritório de advocacia que estará a serviço do Banco do Brasil", declara a analista da Famato.
 
Em 2014 dos R$ 4,9 bilhões de recursos destinados ao FCO R$ 1,4 bilhão tiveram Mato Grosso como destino. Deste volume para o estado, como o Agro Olhar já comentou, R$ 800 milhões já haviam sido captados no primeiro semestre sendo que R$ 479 milhões foram captados no FCO Rural e R$ 321 milhões no FCO Empresarial.
 
Em agosto estimativas para 2015 previam destinação ao FCO de R$ 5,2 bilhões, sendo R$ 1,5 bilhão para Mato Grosso.
Fonte: