Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

22/01/2015

Chuvas devem regularizar em Mato Grosso na próxima semana

​Os produtores de soja mato-grossenses ainda aguardam as chuvas para o desenvolvimento ideal das lavouras nesta safra. De acordo com Nery Ribas, diretor técnico da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), as características gerais das lavouras neste momento são de chuvas irregulares e localizadas e altas temperaturas. “A colheita está avançando em ritmo lento e temos relatos de produtividades variadas, de 18 a 65 sacas por hectare”, conta.
 
Em muitas lavouras, a soja ainda está em fase de enchimento de grão, e por isso é tão importante que chova regularmente. Segundo a Somar Meteorologia, uma frente fria que se formou no Rio Grande do Sul avança para os demais estados da região Sul e também do Sudeste. “Este sistema meteorológico vai finalmente enfraquecer o atual bloqueio atmosférico e deve provocar chuvas mais generalizadas no Centro-Oeste a partir de quinta-feira”, explica o agrometeorologista Marco Antônio dos Santos.
 
Santos informa ainda que com o retorno das chuvas mais abrangentes e em maior volume, a partir da semana que vem haverá uma elevação dos níveis de umidade do solo e, consequentemente, uma melhora no desenvolvimento das lavouras. “A tendência é que as chuvas comecem a normalizar a partir da primeira semana de fevereiro em todo o Estado”, ressalta o agrometeorologista.
 
O diretor técnico da Aprosoja diz que há relatos de incidência de pragas como lagarta falsa-medideira e mosca branca em pontos localizados. Porém, a indicação é sempre o monitoramento das lavouras, especialmente para o controle da ferrugem asiática. “Os produtores devem utilizar o Manejo Integrado de Pragas e Doenças (MIP) para que as lavouras estejam protegidas e se desenvolvam adequadamente”, frisa Ribas.
Fonte: