Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

10/04/2015

ExpoLondrina mostra otimismo para contagiar o setor


De um lado, um cenário econômico cheio de desconfianças. Do outro, produtores satisfeitos com a produtividade da safra 2014/15 e os bons preços das commodities – principalmente do complexo soja – justificados pelo câmbio favorável. É neste ambiente, digamos, paradoxal que começou no dia 9 e segue até o dia 19 a 55ª edição da Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina, no Parque de Exposições Governador Ney Braga. Carinhosamente chamada de ExpoLondrina, a expectativa de público deste ano está próxima de 500 mil pessoas durante os dez dias de evento.

Apesar da desconfiança do produtor no que diz respeito a novos investimentos, a ExpoLondrina novamente vem com força total. A diretoria da Sociedade Rural do Paraná (SRP) acredita que é possível atingir números significativos em meio a esse período nebuloso. No ano passado, o faturamento foi de R$ 424 milhões e a expectativa é que este ano fique próximo a este valor. Um bom exemplo de que as feiras agropecuárias começaram 2015 num bom ritmo é o Show Rural Coopavel, em Cascavel, que movimentou R$ 2 bilhões na última edição, alta de 20% em relação ao ano passado. Ou seja, é possível vislumbrar crescimento.

Diferentemente das feiras específicas do setor, a ExpoLondrina aposta na diversidade para atingir bons negócios. São muitas atrações: agenda de leilões, maquinários de ponta, eventos técnicos, shows, rodeios, gastronomia, parque de diversões, além da exposição de raças de bovinos, caprinos, ovinos, equinos, entre outros. "Estamos confiantes. Um bom exemplo é que 100% da área destinada aos expositores de máquinas agrícolas, por exemplo, está ocupada. Temos visto também que a grande maioria das culturas plantadas está com preços interessantes, principalmente no que diz respeito ao complexo soja. A produção foi boa, a chuva agora tem ajudado a safrinha e, de forma geral, podemos dizer que o agronegócio está bem", salienta o presidente da SRP, Moacir Sgarioni. Quando se trata de pecuária, Sgarioni também salienta que o momento é interessante, o que deve dar fôlego aos leilões. Para ele "os preços pagos tanto para o bezerro como o boi magro estão bem convidativos".

Ao fazer uma autoavaliação do slogan da feira, "A Melhor do Brasil", Sgarioni comenta que já esteve em diversas exposições nacionais e internacionais, poucas tão completas como a ExpoLondrina. De fato, os números da 55ª edição são significativos: dois mil expositores, mais de nove mil empregos diretos e indiretos criados, 30 raças de animais, mais de 40 eventos técnicos.

"São muitas frentes de trabalho, que abrangem toda a sociedade. No que diz respeito a negócios, não só o produtor é beneficiado. Conheço pessoas que vêm a Expo comprar um automóvel, por exemplo, porque as condições são melhores. Já encontrei até uma família no aeroporto que fechou um pacote de viagens para a Europa na ExpoLondrina para aproveitar as melhores condições. Isso é muito gratificante", relata ele.

 

Fonte: