Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

28/04/2015

MS: Deodápolis abre Circuito Aprosoja com a participação de 300 pessoas


Conscientizar o produtor rural de que é possível agregar ainda mais valor ao grão da soja e do milho. Este foi o tema da palestra que abriu o Circuito Aprosoja 2015, ministrada pelo analista Fernando Muraro Jr., da Consultoria AgRural, na última sexta-feira, 24, em Deodápolis. Cerca de 300 pessoas participaram desta primeira etapa do Circuito realizado pela Aprosoja/MS – Associação dos produtores de Soja de MS que tem o objetivo de levar aos municípios do Estado informações sobre a produção e comercialização agrícola.

“A variação do câmbio, com subida e descida do dólar, permite que o produtor negocie no mínimo dez vezes sua safra. Para se ter uma ideia, mesmo após o encerramento da colheita de soja, o Estado possui 45% do atual ciclo comercializado, e 3% da safra 2015/2016 está comprometida”, exemplifica o analista.

Para o presidente do Sindicato Rural de Deodápolis, apesar do predomínio da pecuária na região a palestra voltada ao setor agrícola é um estímulo para o início de uma nova atividade. “Tínhamos a necessidade de obter conhecimento para valorizar a negociação do que é produzido aqui e o Circuito veio no momento certo. É uma oportunidade dos produtores darem início a uma atividade agrícola associada a pecuária”, ressalta Cardim.

“É a segunda vez que venho ao município como presidente da Aprosoja/MS e fico muito satisfeito em ver o quanto a atual gestão do sindicato fez e faz diferença nos trabalhos voltados ao setor rural da cidade. Paulo me fez algumas cobranças, uma delas era trazer um analista que orientasse os produtores da região. Solicitação atendida e com casa cheia”, exalta Saito.

Em 2014, o Circuito percorreu os municípios de Dourados, Chapadão do Sul, Rio Brilhante, São Gabriel do Oeste, Amambai, Coxim, Naviraí, Campo Grande e contou com a participação de 726 pessoas. Este ano a meta é aumentar para 10 o número de municípios e envolver mais de mil produtores rurais.


Fonte: