Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

08/05/2015

Portos do Paraná passam a monitorar embarcações em tempo real


A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) adotou uma nova ferramenta para monitoramento e planejamento de navegação. O programa, chamado FleetMon Explorer, usa imagens geradas via satélite e reduz o tempo de análise, melhora as previsões de chegada dos navios, dimuindo o período de espera e de atracação no Porto. Isso se reflete em menor custo para o usuário e mais produtividade para o Porto.

O software possibilita a visualização, em tempo real, de toda a frota situada na costa atlântica brasileira e mundial. O programa também proporciona a obtenção de informações online sobre a origem e o destino das embarcações, características dos navios e o tipo de carga que está sendo transportada ou programada para o carregamento.

Outra vantagem do software é que ele permite ao usuário checar todo o trajeto percorrido por um navio até o momento da sua atracação no porto. As imagens são geradas via satélite.

COMPETITIVOS - O secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, reforça que os investimentos em softwares integram os compromissos firmados pelo Governo do Estado, com o objetivo de tornar os Portos do Paraná ainda mais competitivos. “O aumento da produtividade dos nossos portos está diretamente relacionado às ações de modernização”, explica o secretário.

A possibilidade de acompanhar o tráfego marítimo de mercadorias feitos por navios de carga, petroleiros, balsas, navios de cruzeiros, iates e rebocadores, ao vivo, beneficia a movimentação de cargas no Porto de Paranaguá.

Para o diretor-presidente da Appa, Luiz Henrique Dividino, o acompanhamento visto do espaço é uma solução tecnológica que aumenta a confiabilidade das operações marítimas. “São informações que validam os procedimentos da autoridade portuária e aumentam a confiabilidade do usuário”, disse Dividino.

OPERAÇÃO – Para os técnicos da diretoria de Operações da Appa, o novo software, que está sendo testado para homologação, já aponta resultados positivos. Entre os resultados estão o controle dos navios fundeados e de todas as embarcações em trânsito nas imediações do porto, o tempo exato de atracação e, o mais importante, todas as informações aparecem juntamente com o apoio de imagens reais, o que não acontecia anteriormente.

O porto de Paranaguá recebe mensalmente cerca de 200 navios, sendo que diariamente atracam nos berços do Porto uma média de sete navios.

“O sistema permite saber, por exemplo, se os navios que estão programados para atracar no Porto de Paranaguá estão acessando o canal de forma adequada e qual é a sua posição no cais enquanto está atracado”, explica o diretor comercial da Appa, Lourenço Fregonese.

APPA WEB – O monitoramento da navegação em tempo real é apenas um dos serviços que integram o Projeto Appa Web – que está em fase de conclusão e a sua primeira versão deverá entrar no ar no mês de junho.

O Appa Web consiste na modernização de todo o sistema de controle interno e externo das ações realizadas pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina.

No dia 17 abril foi assinada uma ordem de serviço solicitando que os novos usuários comecem a utilizar a primeira versão do sistema online do Porto de Paranaguá para teste.

Além de desburocratizar o acesso à informação, o Appa Web tem como objetivo eliminar o uso de papel e integrar todas as atividades da operação portuária, desde o faturamento até a gestão financeira da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina. “Ele vai permitir que todos os usuários interajam com o Porto, sem ter que vir até o Porto”, diz Luiz Henrique Dividino.

Todas as requisições de navios, pedidos de atracação, programação de carga e descarga, pagamento de faturas e atividades que, até hoje são feitas no balcão, serão realizadas através de uma base de dados.

“Em função disso, conseguiremos reduzir os custos e proporcionar mais comodidade aos nossos clientes. É uma ferramenta criada para facilitar a vida do usuário do Porto”, afirmou Dividino.

 

Fonte: