Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

11/05/2015

MT: pavimentação de rodovia vai gerar economia de R$ 249 milhões ao ano


A construção da MT-140, que cruza o município de Santa Rita do Trivelato, na região Médio Norte de Mato Grosso, poderá gerar economia de R$ 249,5 milhões por ano para a região, com a redução no preço do frete para o escoamento da safra agrícola e a consequente valorização da produção.

Segundo levantamento do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), com essa diminuição no preço do frete, a saca de soja valorizaria 1,5%, e, a de milho, 5,5%, considerando os preços em Sorriso (395 km ao Norte de Cuiabá).

O governo do Estado e a Associação dos Beneficiários da MT-140, formada por produtores rurais e empresários locais, firmaram parceria para a pavimentação da rodovia. Com a nova estrada, além de Santa Rita do Trivelato, também serão beneficiados os municípios de Nova Brasilândia, Nova Ubiratã, Boa Esperança, Planalto da Serra, entre outros.

“É um novo horizonte que se abre. O município de Santa Rita do Trivelato deixa de ser ‘final de linha’ para ser rota de integração”, disse Enéias Batistella, delegado da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), por meio da assessoria.

A rodovia, que é paralela à BR-163, deve diminuir em quase 300 quilômetros a viagem dos caminhões que vão aos portos do Sul e Sudeste do país. “A produção de Mato Grosso precisa destes investimentos em logística. O custo para produzir aqui é alto e as melhorias e novas rotas rodoviárias deixarão o agronegócio mato-grossense ainda mais competitivo”, acredita Ricardo Tomczyk, presidente da Aprosoja.

O governador Pedro Taques e o vice-governador, Carlos Fávaro, fizeram o compromisso de finalizar a obra da MT-140 até o final do mandato em 2018. A Associação dos Beneficiários da MT-140 doou ao governo do Estado o projeto executivo de pavimentação da rodovia, que custou mais de R$ 3 milhões.

O secretário estadual de Infraestrutura, Marcelo Duarte, ressaltou que a mesma estrada que escoa a safra é utilizada por ambulâncias, ônibus escolares e carros de polícia. “A partir de agora, vamos conversar para estruturarmos como será executada a parceria que beneficiará muitos mato-grossenses”, salientou.

 

Fonte: