Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

27/05/2015

MT: Indea faz alerta sobre prazo e destaca importância da vacinação contra a febre aftosa


A primeira etapa de vacinação contra febre aftosa de 2015 se encerra neste domingo, dia 31, em Mato Grosso. O produtor deve vacinar todo o rebanho bovino e bubalino, de 0 a 24 meses de idade, com exceção das propriedades localizadas no Baixo Pantanal. A estimativa para a campanha de maio é imunizar 12,65 milhões de animais, dentro da faixa etária exigida. Até a última sexta-feira, 32,23% das propriedades haviam comunicado a vacinação nos escritórios do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea), o que representa apenas 32,79% do rebanho a ser vacinado nesta etapa.

O presidente da autarquia, Guilherme Nolasco, frisou que existem dois prazos, o da vacinação, que se encerra no domingo e do da comunicação da imunização ao Indea/MT. “É importante que o produtor não deixe para a última hora. O período para comunicar a vacinação termina no dia 10 de junho. Ele pode se dirigir ao escritório do Indea da sua cidade, assim que vacinar todo o rebanho da propriedade”. Para efetuar a comunicação, o produtor precisa apresentar a relação dos animais vacinados e a nota fiscal da compra da vacina.

Quem não vacinar o rebanho dentro do período da campanha, irá pagar multa de 2,25 UPF (Unidade Padrão de Fiscal) por cabeça de gado não vacinado. O produtor que atrasar a comunicação fica impossibilitado de emitir Guia de Trânsito Animal (GTA) por um período mínimo de 30 dias. O valor da UPF atua está em R$ 112,05, conforme informação na página da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz).

O produtor pode aproveitar o período para vacinar as fêmeas com idade de três a oito meses contra a brucelose. A primeira etapa da campanha teve início em 1º de janeiro e vai até 30 de junho. A vacinação precisa ser feita uma única vez. É proibida a vacinação em machos de qualquer idade e de fêmeas com idade superior a oito meses.

RESULTADO - Mato Grosso tem o maior rebanho bovino do país, reconhecido internacionalmente como área livre de febre aftosa com vacinação há 19 anos.

Fonte: