Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

19/06/2015

Governo avalia mais R$ 800 milhões para duplicação da BR-163 do Nortão no MS


O governo federal avalia investir mais R$ 800 milhões na duplicação da BR-163 entre Sinop e Mato Grosso do Sul. O valor está previsto no novo pacote lançado, que prevê aplicações também em concessões já existentes. Cerca de 850 quilômetros da rodovia foram concedidos a iniciativa privada em abril de 2013, mas o Departamento Nacional de Infraestrutura (DNIT) ainda tem responsabilidade sobre quase metade, que só pode ser repassada após o término de obras em andamento. Não há previsão de quando esse valor pode ser executado, mas o cronograma aponta que o trecho deve estar inteiramente duplicado até o quinto ano de concessão.

Em abril, a concessionária entregou a duplicação de 22,2 quilômetros entre Rondonópolis até o terminal multimodal de grãos da América Latina Logística (ALL). Todos os investimentos já feitos na rodovia no trecho sob responsabilidade da empresa passam de R$450 milhões. Ela informou que, só no primeiro ano de concessão, por exemplo, houve a recuperação emergencial completa nos 453,6 quilômetros sob sua responsabilidade.

No resumo dos trabalhos, também consta que na região Norte, as principais ações foram a restauração do pavimento e da sinalização entre Diamantino (Posto Gil) e Nova Mutum, a limpeza e conserva da área marginal à pista e a recuperação na travessia urbana de Sinop.

Em março, durante visita a Sinop, diretor de operações, Fábio Abritta destacou cobrança de pedágio em 9 praças começa já neste segundo semestre, mas a data ainda vai ser anunciada pela concessionária.  A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) autorizou o primeiro reajuste, mesmo antes da instalação delas, cerca de 10 meses após assinatura do contrato. Passou de R$ 0,02638 por quilômetro (ou R$ 2,638 para 100 quilômetros rodados), apresentado no leilão, para R$ 0,02661. As praças vão ser em Sorriso, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Itiquira, Rondonópolis, Campo Verde/Santo Antonio de Leverger, Cuiabá/Santo Antonio de Leverger, Acorizal/Jangada, Diamantino. A obra da praça de pedágio em Mutum é a mais adiantada.
Fonte: