Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

23/06/2015

Governo injeta R$1,5 milhão para incentivar produção leiteira em MT


Os pequenos produtores de leite de 24 municípios de Mato Grosso receberam 88 resfriadores de leite do Governo do Estado, em um investimento de R$ 1,5 milhão. A ação, realizada por meio da Secretaria de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários (Seaf-MT), é fundamental para aumentar os índices de produção e a qualidade do leite produzido por cooperativas e pequenos produtores familiares. A entrega foi realizada no Centro de Comercialização da Agricultura Familiar, em Várzea Grande.

A expectativa é que cinco mil famílias sejam beneficiadas com esta ação. Os equipamentos irão fortalecer o Programa Mato-grossense de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Leite, que busca modernizar os processos de industrialização, diversificação dos produtos e obter maior qualidade do leite produzido em Mato Grosso. O Estado possui hoje 716 assentamentos com 110 mil famílias que vivem da agricultura familiar. O objetivo do Governo é investir na produção realizada por estas famílias com apoio técnico e financeiro.

Segundo o governador Pedro Taques, o cooperativismo é muito importante e será apoiado nesta gestão. “Este evento de hoje não será realizado de forma isolada, pois Mato Grosso terá muitas ações para beneficiar os pequenos produtores e agricultura familiar. Precisamos falar em pesquisa e em microcréditos para estas famílias. Importante lembrar que já determinamos que a merenda escolar seja fornecida com produtos da agricultura familiar”, afirmou.

De acordo com o secretário de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários, Suelme Fernandes, o Estado vai exigir uma contrapartida da prefeitura beneficiada, que é a construção de uma base física para melhor funcionamento, higienização e abrigo do equipamento. O secretário avalia que esta ação mostra que o governo tem compromisso com a agricultura familiar e consolida a intenção do Estado em trazer a produção familiar como foco das ações públicas nesta gestão. “Os equipamentos vão ajudar na profissionalização da cadeia leiteira o que irá gerar emprego, renda e condições para as famílias se manterem no campo. Também entregamos 4.300 toneladas de calcário para melhorar as pastagens e ajudar na produção. Calcário é fundamental para o Cerrado”, explicou.

Em Salto do Céu, (370 km a Oeste de Cuiabá), 30 famílias serão beneficiadas com a entrega de um resfriador de leite. O prefeito da cidade, Wemerson Adão Prata, afirmou que o equipamento irá melhorar a qualidade do produtor recebido na cidade. “Os produtores estão ansiosos esperando esse equipamento. Estamos contentes porque vai beneficiar toda coletividade”, afirmou.

O produtor de leite membro da cooperativa de leite de Várzea Grande (Coopergrande), Valdeon Ferreira dos Santos, explica que os equipamentos vão resolver a inconstância na produção de leite no período das chuvas e das secas. “Teremos mais quantidade com mais qualidade desde a base produtora até o consumidor final. Com isso o pequeno produtor vai ganhar mais e poderá investir na sua produção. Será bom para toda a região. Agora vai melhorar, sem a ajuda do Estado ninguém consegue”, garantiu.

O R$ 1,5 milhão investido na compra dos resfriadores de leite foram conseguidos por meio de uma emenda federal junto ao Ministério da Integração Nacional. O governador de Mato Grosso entrou com uma contrapartida de R$151 mil reais para compra dos equipamentos.

Os municípios foram selecionados de acordo com a demanda e potencialidade de produção do leite dos pequenos produtores do Estado. Serão contemplados Alto Araguaia, Alto Boa Vista, Campinápolis, Castanheira, Cotriguaçu, Aripuanã, Guarantã do Norte, Jauru, Juruena, Mirassol D’Oeste, Nova Bandeirantes, Nova Canaã do Norte, Nova Guarita, Nova Xavantina, Novo Mundo, Paranaíta, Pontal do Araguaia, Ribeirão Cascalheira, São José do Povo, Poxoréu, Terra Nova do Norte, Tabaporã, Várzea Grande e Vila Bela de Santíssima Trindade.
Fonte: