Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

02/07/2015

Graças ao frango, receita cambial das carnes volta a superar US$1 bi

Comparativamente ao mês anterior, em junho passado as exportações das três carnes apresentaram bom desempenho, o melhor deles da carne de frango, cujo volume aumentou 27% de um mês para outro.

Já em relação ao mesmo mês do ano passado, a carne bovina ficou devendo. Teve redução de volume de, praticamente, 8%, um desempenho neutralizado pela carne suína (+4,24%), mas principalmente pela carne de frango, cujo volume foi quase um terço superior ao de junho de 2014. 

O resultado final foi um volume global 20% maior e um novo recorde no total embarcado (o recorde anterior, registrado em julho de 2014, foi de 489.291 toneladas; ou seja: esta foi a primeira vez na história das exportações de carnes que o produto in natura supera a marca das 500 mil toneladas).

No tocante ao preço médio e relativamente ao mês anterior, a carne de frango teve valorização apenas marginal (+0,67%) e bem inferior à das carnes suína e bovina (+5,67% e +6,90%, respectivamente). Mas em comparação a junho de 2014 as três continuam com preço inferior. E, neste caso, a menor perda é a da carne bovina - preço médio 8,33% inferior. A carne de frango fica num valor intermediário (-15,83%) e a carne suína teve a perda maior (-32,52%).

Como efeito do bom rendimento no mês, a carne de frango permitiu que a receita cambial das três carnes voltasse a superar a marca do bilhão de dólares, desempenho que ainda não havia sido registrado no decorrer de 2015. O recorde anual, no entanto, foi insuficiente para alcançar a receita cambial registrada em maio de 2014, pois ficou 4,5% abaixo dos (quase) US$1,2 bilhão de junho do ano passado.
 
Fonte: