Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

17/07/2015

Pesquisas de "agrocientistas" são apresentadas em Mato Grosso


Quatro trabalhos de Mestrado e Doutorado apoiados pelo programa Agrocientista foram apresentados à comissão de Gestão de Produção e da Propriedade da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) na quarta-feira. As teses foram iniciadas em 2012 e 2013. “É uma satisfação termos este resultado em mãos e, agora, vamos apresentar os resultados para os produtores rurais”, diz Nelson Piccoli, diretor administrativo da Aprosoja.

Desde o início do programa, em 2011, até este ano dezesseis alunos foram selecionados para terem seus trabalhos apoiados pela Aprosoja. Os alunos apresentam o projeto e os membros da comissão avaliam os que se encaixam no perfil desejado pela entidade. Até este ano, seis alunos apresentaram suas conclusões.

“O apoio da Aprosoja foi fundamental para a minha formação profissional. Sem este aporte, provavelmente seria muito complicado conseguir finalizar o estudo. É uma iniciativa louvável e que deve continuar, pois a pesquisa necessita de incrementos como este para ser viável”, diz Camila Patrícia Ribeiro de Souza. Ela apresentou o trabalho “Ecologia química do percevejo castanho Scaptocoris carvalhoi (Hemiptera Cydnidae) visando o controle desta praga em lavouras de soja no Estado de MT”.

Os outros trabalhos que foram finalizados são a tese de doutorado “Qualidade de sementes de soja em função das características de solo”, de Danielle Helena Müller, e as de mestrado “Seleção de bactérias diazotróficas com potencial para inoculação em milho cultivado no MT”, de Júlio Cézar Fornazier Moreira, e “Uso potencial da densidade relativa do solo para monitoramento da compactação do solo com base na correlação com rendimentos de soja e milho”, de Lucas de Souza Ferreira.

O gerente de Planejamento da Aprosoja, Cid Sanches, informa que os trabalhos deverão ser disponibilizados em breve no site da associação. “Também estamos programado realizar um evento científico para apresentarmos aos nossos associados e à sociedade toda a pesquisa desenvolvida direta e indiretamente pela entidade”, finaliza.

O programa - O programa Agrocientista incentiva o desenvolvimento de pesquisas acadêmicas em áreas de interesse dos produtores de soja e milho de Mato Grosso. A Aprosoja estimula os estudantes da UFMT e UNEMAT através da concessão de bolsas de estudo e auxílio à pesquisa de Mestrado e Doutorado.

 

Fonte: