Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

26/08/2015

Técnicos credenciados junto ao SENAR começam visitas em Mato Grosso


Começaram as visitas técnicas das 120 propriedades produtoras de leite em Pontes e Lacerda (420 km de Cuiabá). A atividade faz parte do SENARTec Leite, primeiro projeto de Assistência Técnica do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (SENAR/MT). De acordo com o presidente do Sistema FAMATO/SENAR, Rui Prado o principal objetivo do SENARTec Leite é melhorar a qualidade do leite.
"Porém, mais que isso, a ideia deste projeto é levar conhecimento e despertar o empreendedorismo no produtor de leite. Isso consequentemente vai contribuir para a melhoria da rentabilidade e da qualidade de vida do homem do campo".

Para Prado, aprender mais sobre a atividade que está exercendo é contribuir para o desenvolvimento da economia não só da região, como de todo o Estado. A expectativa é expandir o serviço para outras regiões para incentivar a produção de leite no Estado e também para outras cadeias produtivas.

Há 12 anos na atividade, a pecuarista Carmem Albuquerque é uma das produtoras que será atendida pelos técnicos credenciados junto a instituição de ensino rural. Ela conta com orgulho a evolução que houve em sua propriedade e garante que sem a assistência técnica não há como desenvolver a bovinocultura de leite. Ela concorda com o presidente do Sistema Famato/SENAR, Rui Prado e acrescenta que está sempre em busca de conhecimento para melhorar a produção e a produtividade do seu negócio. "Comecei com uma estrutura pequena, mas fui investindo em alimentação, qualidade dos animais e, especialmente em conhecimento. O resultado foi muito positivo".

"Este ano temos 145 vacas, 50% estão em lactação e estamos produzindo 250 litros de leite por dia, mas a meta é chegar a 300 litros/dia". Entusiasmada, a produtora conta ainda que a propriedade já tem sala de ordenha e casa de ração.  "Tudo o que consegui construir foi com o dinheiro vindo do leite, mas se não fosse a assistência técnica, tudo teria sido muito mais difícil".

Com a implantação do SENARTec Leite, a instituição de ensino rural dá início a uma nova frente de trabalho. O projeto conta com cinco técnicos em campo. De acordo com o gerente de Educação Formal e Assistência Técnica (Gefat), Armando Urenha, o SENAR/MT conta com um sistema moderno de coleta de dados, tendo como ferramenta um software exclisivo para o programa, desenvolvido para melhorar a gestão da propriedadealém da assistência técnica. Além disto, o SENARTec Leite oferecerá aos participantes do projeto outros treinamentos de Formação Profissional Rural (FPR), como o Negócio Certo Rural (NCR).  "Vamos capacitar produtores, transportadores de leite e os técnicos da agroindústria, ou seja, os laticínios", diz Urenha.

Assim como Carmem, o casal Nilson e Clair Debroi também farão parte do SENARTec Leite. A expectativa deles é receber conhecimento para melhorar a produtividade e rentabilidade. Na propriedade o casal cria 40 vacas. Destas, 20 estão em ordenha, o que gera uma produção de 150 litros de leite por dia. "Queremos melhorar essa produção e a assistência técnica faz parte da lista das nossas principais dificuldades".

O produtor Julio Cesar Leal de Oliveira acrescenta que o SENARTec leite chegou na hora certa. De família tradicionalmente produtora de leite, Oliveira conta que sua expectativa assim como a do casal Debroi é de ter assistência técnica para melhorar a produção, produtividade e rentabilidade da propriedade. "Mas também queremos fazer treinamentos em outras áreas para aprender a gerir melhor a propriedade. Queremos outros treinamentos que nos ensine a melhorar a produção de alimentação para os animais".
 
Perfil da Bovinocultura de Leite
Mão de obra familiar (84% das propriedades)
Produção – lactação média 5,9  litros/dia
Assistência Técnica: Oferecida  pelas agroindústrias (2,6%)
Sucessão familiar na Bovinocultura de leite - (2010-2011) -  50% dos filhos de produtores de leite não pretendem continuar na atividade
Houve aumento na produção de Leite de 154,29%  entre os anos de 2003 a 2014 (IBGE)

Estabelecimento que produziram leite em 2014
Brasil – 1.350.809
Mato Grosso  - 33.860
Pontes e Lacerda – 743

Principais produtores de leite
1º União Europeia - 143.850 mil toneladas
2º Índia – 134.500 mil toneladas
3º Estados Unidos – 91.444 mil toneladas
4º China – 35.950 mil toneladas
5º Brasil – 32.380 mil toneladas
Fonte: USDA – Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, Informa  Economics FNP

Produção de Leite no Brasil (Mil litros)
1.Minas Gerais – 6.589.223
2.Rio Grande do Sul – 3.430.747
3.Paraná – 2.966.734
4.Goiás – 2.685.137
5.São Paulo – 2.524.754
6.Santa Catariana – 2.339.723
7.Rondônia – 760.087
8.Mato Grosso – 618.000 – (representa 3% da produção nacional)
9.Rio de Janeiro – 511.718
10.Bahia - 363.449

Produção de Leite em Mato Grosso por região
1.Oeste – 264.914,16 (43%)
2. Norte – 97.682,35 (16%)
3. Nordeste – 94.610,09 (15%)
4. Sudeste  - 71.677,78 (12%)
5. Noroeste – 56.189,14 (09%)
6. Centro Sul – 19.092,48 (03%)
7. Médio Norte – 13.996,74 (02%)

 

Fonte: