Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

03/09/2015

SENAR reúne Superintendentes Regionais para avançar com assistência técnica


A Assistência Técnica e Gerencial marca o novo caminho que o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) segue depois de quase 24 anos levando formação profissional e promoção social aos campos do Brasil.  “O SENAR será outro com a assistência técnica, partimos do atendimento às pessoas para trabalhar com as propriedades. Vamos continuar aperfeiçoando e aumentando os níveis de formação profissional inicial, técnica e superior, e complementar com assistência técnica”, anunciou o Secretário Executivo da entidade, Daniel Carrara, em Encontro Nacional dos Superintendentes Regionais, na Embrapa Gado de Corte, em Campo Grande/MS, nesta quarta-feira (02/09).

Segundo ele, o SENAR chega para atender, principalmente, o pequeno produtor rural, que ficou desassistido desde a extinção da Embrater na década de 90. Hoje o técnico que atende as propriedades é, em grande parte do País, aquele que vende os insumos. “A ideia é que a gente tenha uma equipe de técnicos que jogue no nosso time, um time fortalecido. Somos a única instituição que pode fazer, ao mesmo tempo, a assistência técnica e ofertar os cursos que o produtor e seus trabalhadores devem fazer para melhorar os resultados da propriedade.”

No encontro de apresentação da estratégia de adesão das Administrações Regionais do SENAR à metodologia de Assistência Técnica e Gerencial, os Superintendentes conheceram o documento norteador de execução. “A nossa “bíblia” de ATG traz informações sobre o modelo de assistência técnica com meritocracia do SENAR, orientações sobre a adesão do produtor rural, a formação dos grupos de proprietários, como acontece a assistência na propriedade e a estrutura da nossa metodologia. O Estado que aderir terá que seguir esse modelo”, explica o coordenador de Assistência Técnica e Gerencial, Matheus Ferreira.

O conceito da ATG é o atendimento voltado à transferência de tecnologia com foco na gestão da  propriedade com meritocracia. O técnico  de campo vai receber de acordo com o resultado do trabalho dele na propriedade. “O resultado técnico passa a ser o meio, o fim é o produtor. O nosso foco é o resultado econômico da propriedade. É outra visão da assistência técnica” explica Matheus.

O SENAR treinou instrutores que já capacitaram técnicos de campo em 25 Estados,  18 já desenvolvem o modelo, atendendo em torno de 15 mil produtores rurais. E a entidade  credenciou outros instrutores que também estão capacitando profissionais que irão atuar nas propriedades.

O que já está dando certo

Durante o encontro, os Superintendentes do SENAR também conheceram dois exemplos de assistência técnica. Na Bahia, o modelo de atendimento é voltado para diferentes cadeias produtivas e reúne ações de formação profissional, de promoção profissional e assistência técnica.  “O SENAR tem o pulo do gato que é a capacitação com a assistência técnica.  Uma Assistência Técnica e Gerencial continuada, com meritocracia e acompanhamento que permite melhorias, confirma o que está sendo feito e produz resultado. O resultado econômico é fundamental pra dar sustentabilidade ao negócio rural e dar ânimo ao produtor”, destaca Humberto Miranda, Superintendente Adjunto do SENAR/BA.

A assistência técnica em Mato Grosso do Sul começou em 2011 e hoje atende o produtor em cinco áreas de atuação: leite, gado de corte, hortifruti,  florestas e piscicultura. A metodologia é  baseada em meritocracia e, a cada 60 dias, o produtor rural deve fazer uma capacitação, a primeira é a do curso Negócio Certo Rural, só assim ele pode continuar  recebendo visitas do técnico de campo. “O técnico identifica as necessidades de capacitação do grupo de produtores indica cursos do SENAR. Isso gera uma incorporação contínua de tecnologia e de  conhecimento” conta Rogério Beretta, Superintendente do SENAR/MS.

Um fórum permanente

No encontro nacional dos Superintendentes Regionais também foi lançado o Fórum Permanente de Assistência Técnica e Gerencial que já nasce com dois integrantes – o SENAR Bahia e o SENAR Mato Grosso do Sul. Todas as Administrações Regionais foram convidadas a participar. O fórum será itinerante e a primeira reunião deve acontecer na Bahia.

“A ideia é consolidar o fórum com as regionais do SENAR e depois convidar o Ministério da Agricultura e entidades como a Embrapa e o Sebrae para que o Brasil tenha um grande fórum de assistência técnica privada para debate permanente, troca de experiências e deliberações” informa o Secretário Executivo do SENAR.
Daniel Carrara encerrou o encontro com um convite aos Superintendentes: “Precisamos contar com a participação de todos. Só assim, será possível avançar com a nossa Assistência Técnica e Gerencial.”

Quem é atendido, aprova a ATG do SENAR

A entidade produziu um vídeo de sua Assistência Técnica e Gerencial, lançado no encontro, que traz a metodologia e depoimentos de produtores rurais que estão sendo atendidos e testemunham a eficiência do modelo.

 

Fonte: