Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

17/09/2015

Sucessão familiar é desafio para jovens na atividade leiteira da América Latina


A sucessão familiar na pecuária de leite ainda é um desafio para os jovens da América Latina. Pensando nisso, o setor tem trabalhado para incentivar essa participação e estimular o interesse pela atividade leiteira nas propriedades rurais. O 2º Encontro Pan-americano de Jovens Produtores de Leite, que acontece entre os dias 15 e 17 de setembro, em Juiz de Fora, Minas Gerais, está debatendo o tema e reunindo jovens dos países latinos para ouvir palestras, participar de oficinas e visitas técnicas.

“A sucessão familiar na cadeia produtiva de leite é um desafio no Brasil e no mundo, pois os jovens estão perdendo o interesse em continuar na atividade por várias questões. Mas quando a fazenda é rentável e bem estruturada, torna-se um incentivo para esse jovem”, afirma o assessor técnico da Comissão Nacional de Pecuária de Leite da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Carlos Magno.

Organizado pela Federação Pan-americana do Leite (FEPALE), em parceria com o sistema Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e Embrapa Gado de Leite, o evento reúne mais de 200 jovens de sete países diferentes da América Latina. “Esse 2º Encontro tem como objetivo a troca de experiências e conhecimento entre os jovens vinculados à produção de leite. São jovens com idades entre 18 e 30 anos, representando o Brasil, Argentina, Equador, Guatemala, Panamá, Uruguai e Venezuela reunidos em um só local”, explica o assessor técnico.

Durante os três dias de evento, estão sendo realizadas palestras, oficinas de discussão, além de visitas técnicas às instalações da Embrapa Gado de Leite. “Os jovens puderam conferir de perto o sistema de produção de leite com rebanho Girolando e o sistema intensivo com rebanho puro Holandês”, afirma Carlos. Também foi apresentado aos participantes o uso de técnicas para aperfeiçoar a produção, aumentando a produtividade e reduzindo os custos, e pesquisas que utilizam na pecuária de precisão.

Segundo o assessor técnico da CNA, jovens estrangeiros e de 13 estados brasileiros utilizam das experiências pessoais para discutir qual o melhor sistema de produção para a sua realidade. “A produção de leite é uma atividade complexa e exige conhecimento amplo em vários ramos, como sanidade, alimentação, bem-estar e manejo. O Encontro trabalha para integrar os jovens nesse setor, promovendo a troca de conhecimento e fazendo com que a cadeia produtiva continue a existir forte e promissora”, finaliza.

A primeira edição do Encontro Pan-americano de Jovens Produtores de Leite foi realizada em 2013, na cidade de Colonia del Sacramento, no Uruguai. O objetivo inicial do evento era criar espaço para troca de informações e aprendizados que possam ser levados pelos participantes aos seus respectivos países. A 1ª edição reuniu mais de 150 jovens de 9 países: Argentina, Brasil Chile, Colômbia, Equador, Guatemala, Panamá, Venezuela e Uruguai. Segundo a FEPALE, o Encontro deve ocorrer bianualmente em diferentes países da América Latina.

 

Fonte: