Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

29/09/2015

Exportação de soja por Paranaguá cresce 43% em agosto


As exportações da soja em grão pelo Porto de Paranaguá cresceram 43% em agosto de 2015, em comparação com o mesmo mês de 2014. A marca mensal ficou em 708,9 mil toneladas exportadas, enquanto que no ano passado foram movimentadas 494,9 mil toneladas do grão ao longo do mês. A alta foi motivada, principalmente, pelo câmbio, que compensou a baixa na cotação da commodity e a crise econômica na China.

No ano passado, a saca de soja estava cotada em cerca de US$ 9,40, com a moeda valendo R$ 2,40. Hoje, apesar de a saca ter se desvalorizado para um patamar de 8,70 dólares no mercado internacional, o câmbio está a R$ 4,00. Para o produtor, a valorização em real chega a 30%.

O fenômeno fez com que o produtor adiasse a negociação de parte da sua produção. Apesar disso, o porto paranaense conseguiu dar vazão à demanda, mesmo com um volume de exportação de soja muito maior do que o esperado para o período. “Existe uma euforia do produtor rural em relação a desvalorização do real perante o dólar e acaba sendo uma tendência natural buscar o mercado exportação. Sendo assim, o porto está preparado para atender o mercado” afirma o diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Luiz Henrique Dividino.

O aumento na movimentação da soja puxou o resultado das exportações em agosto, que tiveram alta de 10,4% em relação ao mesmo mês do ano passado. Foram 3,02 milhões de toneladas escoadas em agosto de 2015, frente a 2,73 milhões de toneladas registradas em 2014.

Investimentos

Nos últimos anos, uma série de investimentos foram feitos para suportar este crescimento da demanda na movimentação de produtos pelo porto paranaense. Desde a implementação efetiva do sistema Carga Online, que ordenou a chegada dos caminhões à cidade eliminando as filas mesmo com aumento do fluxo de veículos, até os novos shiploaders, que aumentaram em 33% a capacidade de carregamento dos navios graneleiros do Corredor de Exportação.

Foram investidos R$ 511 milhões em obras para manutenção, ampliação e modernização nos portos paranaenses ao longo dos últimos quatro anos.

Estrutura

No último dia 17 de setembro, também foi anunciada a aprovação da ampliação e modernização do berço 201 do porto, que vai aumentar a capacidade de exportação de grãos por Paranaguá. O investimento de R$ 183 milhões será feito para ampliar em 100 metros o cais no sentido oeste, além de modernizar dois berços de atracação.

É a primeira obra pública de ampliação do cais de atracação do Porto de Paranaguá dos últimos 30 anos e será realizada integralmente com recursos próprios da Appa. A modernização dos berços e ampliação do cais vai triplicar a capacidade de operação do berço 201, passando de dois milhões de toneladas por ano, para seis milhões de toneladas/ano.

 

Fonte: