Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

19/10/2015

Rondônia pretende vacinar mais de 13 milhões de bovinos contra febre aftosa


Um total de 13,1 milhões de animais deve ser vacinado na 39ª campanha contra Febre Aftosa em Rondônia. Os pecuaristas devem imunizar o rebanho de bovinos e bubalinos até 15 de novembro, e declarar a vacinação em uma unidade da Agência de Defesa Sanitária Agrossilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron) até 20 de novembro.

O produtor que não vacinar ou não declarar a vacinação pode ser multado. “O objetivo da Idaron não é multar o produtor rural, mas garantir a sanidade da carne rondoniense, que gera muitos lucros para o estado”, disse o presidente Agência, José Alfredo Volpi.

O coordenador do Programa Estadual de Erradicação da Febre Aftosa, Marcio Petró, recomendou que os produtores não deixem a vacinação e declaração para a última hora. “Caso deixem para o final da campanha, eles podem enfrentar filas nas unidades da Idaron”, citou.

Para fazer a declaração na Agência, o pecuarista deve levar a nota fiscal de compra da vacina e anotações sobre o rebanho de acordo com o sexo e faixa etária. A Idaron também recomenda que o produtor aproveite o gado preso para vacinar contra a raiva, vacinação que não é obrigatória na maior parte do estado, e comprove na Idaron.

Rondônia possui o sétimo maior rebanho do Brasil e é o quinto maior exportador de carne e derivados do País. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), o produto bovino representa cerca 45% das exportações rondonienses.

Em caso de dúvida ou denúncia, o produtor pode entrar em contato pelos telefones 0800 643 4337 ou 0800 704 9944.

 

Fonte: