Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

06/11/2015

FAMASUL e Universidade de Viçosa se unem para investir em excelência da gestão rural


A gestão das propriedades rurais é um fator decisivo para profissionalização e aumento da produtividade em todas as atividades desenvolvidas no campo. Um encontro promovido entre o Sistema FAMASUL – Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul, SENAR/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural e a Universidade de Viçosa, em Minas Gerais, objetiva trocar experiências e capacitar os profissionais que atuam em programas de assistência técnica, com foco no diagnóstico e gestão das propriedades.

Na instituição mineira é desenvolvido um trabalho com estudantes de Agronegócios, Zootecnia e Agronomia, visando a capacitação e preparação de futuros profissionais do setor agropecuário. Programas voltados à pecuária de leite e corte, soja e hortifrutigranjeiros são desenvolvidos com excelentes resultados e podem ser adaptados para a região sul-mato-grossense.

O diretor executivo da FAMASUL, Lucas Galvan, esteve entre os dias 28 e 30 de outubro em Minas Gerais e analisa a importância da troca de experiências entre as instituições. “Desde 2014 iniciamos o contato com a equipe da universidade de Viçosa e apresentamos as cinco linhas de atuação do programa de Assistência técnica do SENAR/MS. Na ocasião iniciamos estudos sobre as atividades de bovinocultura de leite e hortifruticultura que deverão ser aperfeiçoadas para o ano que vem”, ressaltou.

O analista da FAMASUL, Rodney Guadagnin, que também participou da visita, explicou que o alinhamento de informações possibilitará a implementação de ações com sustentabilidade na área de produção em bovinocultura de leite, promovida pela FAO - Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura  e no Soja Plus. “Uma iniciativa desenvolvida pela FAO e implantada pela universidade de Viçosa é o modelo de avaliação da sustentabilidade chamado Safa, que consiste na orientação de boas práticas gestão de propriedades rurais. Além disso, trocaremos experiências sobre o projeto Soja Plus, que diagnostica e orienta produtores de soja a aperfeiçoarem a produtividade, qualidade de produção e viabilidade financeira”, esclareceu.

Guadagnin lembrou outra importante ação desenvolvida pela instituição de ensino que é similar ao programa de proteção de nascentes do SENAR/MS. “Conhecemos de perto alguns resultados do projeto Microbacia Escola, que incentiva a utilização sustentável dos recursos naturais como educação ambiental, conservação do solo e mata ciliar dos mananciais. Aqui no estado temos o programa que estimula o produtor rural a preservar e proteger estes espaços”, concluiu.

 

Fonte: