Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

12/11/2015

Agronegócio gaúcho exporta 85,45% mais em outubro, aponta Farsul


Outubro fechou com um expressivo aumento no volume exportado pelo agronegócio gaúcho. As 1,652 milhão de toneladas atingidas, representam 85,45% a mais do que o vendido no mesmo mês do ano passado. Em relação ao valor também houve crescimento, chegando a US$ 1,072 bilhão, acréscimo de 17,07%. O setor foi responsável por 70,15% do US$ 1,528 bilhão comercializados pelo estado, como aponta o Relatório de Comércio Exterior do Agronegócio do RS, divulgado pela Assessoria Econômica do Sistema Farsul.  A Balança Comercial do setor também apresentou resultado superior na comparação com o Estado. Enquanto o Rio Grande do Sul teve um saldo de US$ 726 milhões, o agronegócio chegou a US$ 1,015 bilhão.

Somente o Complexo Soja atingiu um valor de US$ 442 milhões, um incremento de 145%, com um volume de 1,176 milhão de toneladas, 200% a mais do que em outubro de 2014. O principal responsável por esse resultado é o aumento das exportações da soja em grãos, com 929 mil toneladas (+590%) e US$ 355 milhões (+435%), mesmo com uma queda de 22,43% no preço do US$/ton. O Grupo Lácteo manteve a boa média de crescimento dos últimos meses, chegando a US$ 12 milhões (+97%) e um aumento de 88% no volume. Mesmo que não tão expressivo, o Grupo Cereais também teve resultado positivo. O aumento de 29% no valor e de 58% no volume teve o Arroz como principal item, com um aumento de 72% no volume (93 mil toneladas) e respondendo por 78% (US$ 32 milhões) do total exportado do  grupo.

Apesar de um aumento de 10% no volume exportado, o Grupo Fumo teve uma queda de 14% (US$ 247 milhões) no valor devido a queda de 22% no US$/ton. Situação semelhante é a do Grupo Produtos Florestais, que exportou 52% a mais (US$ 75 milhões) em consequência de um aumento de 128% no preço do US$/ton, mas com uma queda de 33% no volume comercializado. O Grupo Carnes teve resultado de -31,84% no valor (US$ 160 milhões) e de  -16, 45% (84 mil toneladas), e queda no US$/ton (-18,41%). Na comparação com setembro de 2015 o agronegócio teve recuo de 13% no valor e de 15% no volume exportado. Entre janeiro a outubro deste ano, foram vendidos US$ 10,144 bilhões de mercadorias do agronegócio, queda de 6,24% na comparação com o mesmo período de 2014. O volume deste ano foi de 17,88 milhões de toneladas contra 14,425 milhões em 2014.

 

Fonte: