Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

07/12/2015

Ministério da Agricultura diz que Tocantins é um dos estados que mais avança no Plano ABC


“O Tocantins é um dos estados que mais avança no Programa Agricultura de Baixo Carbono (ABC). O Estado está com as ações do programa adiantadas em relação aos demais estados brasileiros e está sendo convidado a contar as experiências realizadas e seus resultados”. As declarações foram feitas pelo chefe de divisão agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) no Tocantins, Humberto Simão, durante o encontro estadual Grupo Gestor do ABC, realizado na última quinta, 03, na Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro), coordenadora do Programa no Tocantins.
 
Humberto Simão confirmou o que vem sendo apurado nas reuniões nacionais em que o Grupo Gestor do Plano ABC Tocantins, participa. Ele afirmou que o grande diferencial é que há interação e comprometimento. “As instituições conseguem conversar muito entre si,” elogiou. “O programa deixou de ser uma ação do Governo para ser do Estado, tanto assim que houve mudanças de governo e o Plano ABC continua sendo executado”, argumentou. E completou. “O Grupo Gestor do ABC Tocantins já é até convidado a contar as  experiências obtidas”, destacou.
 
A metodologia de capacitação continuada de técnicos e produtores rurais foi outro ponto muito comentado e elogiado do Plano ABC, no encontro. O chefe de transferência de tecnologia da Embrapa, Alexandre Freitas disse que a capacitação continuada é o momento de atualizar o técnico no que há de mais moderno em termos de agricultura de baixa emissão de carbono. “Os cursos vêm acontecendo há três anos, e neste tempo construímos uma relação próxima entre o pesquisador e extensionista rural, criando uma rotina de trabalho entre eles, e aproximando-os em encontros formais, nas Unidades Demonstrativas (URT’s), e informais, acompanhando o trabalho de campo”, afirmou.
 
“O pesquisador avalia, junto com o extensionista, o trabalho e os resultados, buscando soluções para os problemas encontrados”, completou Alexandre Feitas.
 
Capacitação
A engenheira agrônoma do Instituto Rural do Tocantins (Ruraltins), Milene Magalhães explicou como acontece a capacitação continuada. “Os módulos são realizados a cada dois ou três meses. Os assuntos são de acordo com as demandas do trabalho desenvolvido nas URTs. Os técnicos colocam em prática nas URT’s o que aprenderam nas capacitações continuadas e trocam experiências entre si”.
 
Milene Magalhães explica que nas Unidades Técnicas os produtores rurais conhecem o que há de novo em tecnologias e seus resultados para por em prática nas suas propriedades. “Também conhecem, juntamente com os técnicos, as experiências realizadas em outros estados, enumera. Já são 50 técnicos capacitados e 36 unidades de referência, distribuídas em diversos municípios do Estado”, completou.
 
Sustentabilidade

Outra novidade é que a Companhia de Abastecimento (Conab), no Tocantins, também fará parte do Grupo Gestor ABC Tocantins, que executa o Plano Nacional de Agricultura de Baixo Carbono.
 
O superintende da Conab no Tocantins, Jalbas Manduca disse que a Conab foi convidada para compor o grupo e elogiou o Programa ABC Tocantins. “É um dos mais importantes programas desenvolvidos no Tocantins por tratar da questão da sustentabilidade, porque há um entendimento das instituições de que o programa é da sociedade”.
 
Segundo o Superintende a Conab pode contribuir para que o Grupo Gestor tenha mais informações e fique mais qualificado ainda. “A Conab faz a avaliação das safras, pode incluir o monitoramento discutindo uma metodologia com o gestor”, sugeriu.
 
Participaram do evento, além da Secretaria da Agricultura, representantes do Instituto do Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), Embrapa Tocantins, Superintendência Federal da Agricultura (SFA – TO), Senar, Unitins e outros componentes do Grupo Gestor. 
 
 
Fonte: