Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

18/12/2015

“Gente nova” no ranking dos principais importadores de carne de frango do Brasil


Os dados da SECEX/MDIC sobre os destinos da carne de frango exportada pelo Brasil mostram que o grupo dos dez principais importadores do produto passou a contar com um país que até agora ocupava posições inferiores.

Assim, se no fechamento do período janeiro-outubro quem ocupava a décima posição era a Coreia do Sul (país também estreante no ranking dos “10 mais”), agora aquele posto conta com a presença de Cuba.

Levando em conta que Cuba sempre esteve entre os principais importadores de carne de frango dos EUA, surpreende constatar que agora está no mesmo rol do Brasil – sobretudo se considerado que 2015 ficará marcado como o ano de reatamento de relações entre Cuba e EUA.

Mas está claro que foi o problema sanitário (Influenza Aviária) ocorrido nos EUA que fez os cubanos se voltarem para o produto brasileiro. Tanto que, até meados deste ano, as exportações com destino a Cuba mantiveram aquele mesmo ritmo que fez do país apenas o 23º importador do Brasil.

Isso se alterou significativamente a partir de agosto, fazendo com que, paulatinamente, Cuba viesse ascendendo a novas posições. Em novembro (considerado o acumulado no ano) chegou ao décimo posto, 14 posições acima da registrada em novembro de 2014. Dessa forma, contra uma participação inferior a 1% no ano passado, chegou a novembro absorvendo 2,38% do total exportado pelo Brasil nesses onze meses.

E a Coreia do Sul, anterior ocupante do 10º lugar? Está um posto abaixo, o décimo primeiro, mas por pequena diferença em relação a Cuba (menos de 3 mil toneladas). Notar, porém, que a Coreia do Sul sai do ranking dos 10 apenas no tocante ao volume, pois permanece nele no tocante à receita cambial. Neste caso, ocupa a nona posição, com importações (de produtos com maior valor agregado) que geraram receita quase 75% superior à de Cuba.

É oportuno anotar que, logo após a Coreia do Sul (e ainda em volume) vem a Rússia. Que, um ano atrás, também marcava presença entre os 10 maiores importadores da carne de frango brasileira, mas por ora se encontra na décima segunda posição.
 
 
Fonte: