Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

20/01/2016

Para CNA, alimentos produzidos com o uso correto de defensivos agrícolas são seguros


O Presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, em encontro com a presidente da DuPont do Brasil, Priscila Vansetti, ressaltou o papel do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) na orientação do produtor sobre uso correto de defensivos agrícolas. De acordo com o presidente da CNA, é impossível atender à demanda de alimentos sem a utilização dos recursos de defesa tecnológica. “Sem os defensivos agrícolas e a engenharia genética não se produz alimentos em escala global e com preços competitivos”, disse.

 

 

João Martins alertou sobre o discurso que condena a produção de alimentos com a utilização de defensivos: “devemos melhorar nossa comunicação com os devidos esclarecimentos para a sociedade. As informações sobre os defensivos são equivocadas”. Presente no encontro, o secretário-executivo do SENAR, Daniel Carrara, destacou a importância do uso correto dos defensivos agrícolas.

 

Depois de viver 20 anos fora do país, 18 nos Estados Unidos e dois no Canadá, Priscila Vansetti voltou ao Brasil para assumir a presidência da DuPont, empresa norte-americana do ramo químico. Segundo informou a executiva, “75% de todos os negócios da empresa estão dirigidos para agricultura e, portanto, devemos estreitar e ampliar as relações com este setor. Queremos entender e contribuir com os objetivos da CNA”.

 

Em resposta às preocupações do presidente da CNA, Priscila Vansetti garantiu o ideal de sua empresa em “manter transparência em relação à produção dos defensivos agrícolas, com responsabilidade, assegurando as informações para o bom uso dos produtos”. A representante da DuPont afirmou ainda que para novos investimentos no Brasil “é necessário um ambiente mais previsível”. João Martins recebeu a presidente da DuPont do Brasil e assessores, em reunião, nesta terça-feira, (19/01), na sede da CNA, em Brasília.

 

Fonte: