Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

22/02/2016

Tocantins comemora decisão da OIE de reconhecimento de zona livre internacional da Peste Suína

 

O Governo do Tocantins, por meio da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) está comemorando a aprovação, por parte da Comissão Científica da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), do pedido feito pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para ampliação do status de zona livre internacional da Peste Suína Clássica (PSC). O Tocantins, mais 13 estados e o Distrito Federal estão na lista da OIE divulgada nesta quinta-feira, 18.

A decisão da OIE deixa o Tocantins a um passo da certificação internacional. O pedido vai para a Assembleia Geral da OIE para votação final, que ocorrerá entre os dias 22 e 27 de maio, em Paris, na França, e posteriormente há a entrega do certificado de reconhecimento.

O presidente da Adapec, Humberto Camelo disse que esta decisão é importante para a economia do Estado. “O Governo do Estado está comemorando esta aprovação por parte da OIE, pois enxergamos a abertura, em breve, de novos mercados para a carne suína. Além disso, acreditamos que haverá um maior incremento e incentivo à produção de suínos no Tocantins”, apontou Humberto.

O presidente destaca, ainda, que o Estado possui um grande potencial para a criação e comercialização de suínos, por contar com uma produção de soja que é processada aqui e que seus subprodutos servem como alimento para estes animais.

Para alcançar este resultado o governo do estado, por meio da Adapec, realiza o monitoramento nas granjas comerciais a cada seis meses, como forma de atestar que o Tocantins está livre da Peste Suína Clássica, e a cada dois anos é feito um estudo epidemiológico nas propriedades.

Os estados que serão incluídos na zona livre da PSC pela OIE são: Tocantins, o Distrito Federal, Acre, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, São Paulo e Sergipe. Os estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina já possuem o certificado de zona livre da doença.

Dados   

O Tocantins possui um rebanho de suínos em torno de 270 mil animais, distribuídos em 164 granjas comerciais cadastradas na Adapec. Os municípios que concentram o maior número de animais são: Araguatins, Formoso do Araguaia, Porto Nacional, Dois Irmãos e Monte do Carmo.

Peste Suína Clássica

A doença, causada por um vírus, é altamente contagiosa e tem notificação compulsória para a OIE. Provoca febre alta, manchas avermelhadas pelo corpo, paralisia nas patas traseiras, dificuldades respiratórias e pode levar à morte do animal. Os últimos casos foram registrados no Brasil em agosto de 2009, no Amapá, Pará e Rio Grande do Norte.  

 

Fonte: