Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

09/03/2016

Pecuária de Mato Grosso é destaque nos Estados Unidos


Pela primeira vez, a pecuária de Mato Grosso foi apresentada para produtores, estudantes, professores e pesquisadores americanos na Universidade Estadual do Kansas, nos Estados Unidos, durante o evento Cattlemen’s Day que acontece há 103 anos na instituição de ensino. A apresentação fez parte da programação da Missão Técnica da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT) aos Estados Unidos com a participação de 26 pessoas entre produtores rurais e colaboradores das entidades.

O Cattlemen’s Day era o momento mais aguardado dos participantes da missão que começou dia 27 de fevereiro e encerou nesta segunda-feira (7 de março) com o retorno do grupo ao Brasil. O gestor do Núcleo Técnico da Famato Guto Zanata fez uma palestra sobre a ocupação da pecuária de corte em Mato Grosso destacando os diferentes aspectos do processo histórico, econômico e a manutenção da atividade no estado.

Zanata explicou as diversas tecnologias usadas na pecuária de corte mato-grossense, classificando o estado em diferentes regiões e características. Como exemplo, foram destacadas as fazendas Boqueirão, localizada em Santo Antônio de Leverger, e a Vale Verde, do município de Nova Bandeirantes.

As duas propriedades participaram do Prêmio Sistema Famato em Campo promovido pela Famato, Senar-MT, Sindicatos Rurais e Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) no final do ano passado para identificar práticas e manejos diferenciados da pecuária de corte mato-grossense. Das 13 fazendas classificadas, sete foram selecionadas e reconhecidas como referência em pecuária de corte em Mato Grosso, sendo duas delas escolhidas para serem apresentadas no Cattlemen’s Day.

"São duas propriedades modelos que representam muito bem nosso estado no que diz respeito à produção de carne", destacou o diretor de Relações Institucionais da Famato, Rogério Romanini.

Paulo Carvalho, proprietário da Vale Verde, disse que ter sua fazenda reconhecida como referência em produção é motivo de orgulho e uma grande oportunidade de compartilhar informações e agregar valores para outros produtores.

Para Zacarias Schneider, da fazenda Boqueirão, a apresentação conseguiu mostrar aos alunos, mestres e pecuaristas americanos que Mato Grosso tem produção de bovinos a pasto intensificada, de qualidade, com sustentabilidade e rentabilidade. "Conseguimos mostrar que temos potencial para exportar carne para o mundo", afirmou Schneider.

O professor da Universidade Estadual do Kansas Luiz Delamanha, que também acompanhou o grupo em algumas propriedades rurais durante a missão, avaliou a participação dos produtores de Mato Grosso no Cattleman’s Day como uma experiência enriquecedora para ambas as partes e uma troca de conhecimento valiosa.

Os produtores do Kansas ficaram muito interessados nos relatos e exemplos de produção de Mato Grosso e fizeram diversas perguntas aos vencedores do Prêmio Sistema Famato em Campo. Entre os assuntos mais questionados estavam a sucessão familiar, um problema comum dos produtores americanos, e a produção.

Paulo Carvalho e Zacarias Schneider receberam uma homenagem dos professores da Universidade como reconhecimento às potencialidades do Estado do Centro-Oeste brasileiro. "Mato Grosso hoje é referência no Brasil e no mundo. E com esta apresentação ficamos ainda mais convencidos disso. Parabéns Mato Grosso, parabéns às propriedades", disse Dave Nichols, um dos professores da universidade americana.

Entre os participantes do evento estava o médico veterinário Alexandre Escarves que é brasileiro e faz doutorado na instituição. Escarves disse que essa iniciativa do Sistema Famato fortalece a pecuária brasileira e contribui ainda mais para a geração de novos conhecimentos.

Sobre a Missão Técnica 

Além da participação da comitiva de produtores de Mato Grosso no Cattlemen’s Day, a Missão Técnica incluiu visitas ao Departamento de Agricultura dos EUA (USDA), onde aconteceram reuniões sobre produção de carne, e na Federal Farm Bureau (representante da classe dos produtores americanos) em Whashington, cujo objetivo era conhecer os modelos de gestão e as ações que estão sendo feitas em relação à representação da classe produtora nos EUA.

A comitiva de 26 pessoas, composta por técnicos do Sistema Famato, produtores rurais e presidentes de Sindicatos Rurais, também visitou confinamentos e propriedades de pecuária na cidade de Garden City e se reuniu com gerentes e diretores da ABS (empresa de genética).


Fonte: