Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

04/04/2016

Resultados de março mostram franca recuperação nas vendas externas de carnes

Um forte retrocesso nos embarques da última semana do mês impediu que as exportações de carne de frango in natura de março passado alcançassem o segundo maior volume da história do setor.

Tanto na primeira como na quarta semana, ambas com o mesmo número de dias úteis como a última semana do mês, os embarques do produto in natura ultrapassaram a casa das 75 mil toneladas. Já nos quatro dias finais de março eles se resumiram a 51 mil toneladas, um retrocesso de mais de 30%. Queda efetiva ou ficaram “restos” a serem contabilizados em abril?

Mesmo assim, as exportações de março atingiram resultado bem acima do esperado. Pois o total embarcado – 368.360 toneladas – significou aumento de 28% sobre o mês anterior e de 16% sobre março de 2015. Isto, além de corresponder ao terceiro maior volume mensal já exportado pelo Brasil.

Outra boa nova diz respeito ao preço. Ainda que por pequena margem (pouco mais de 2%) ele voltou a superar o valor registrado no mês anterior, indicando que o “fundo do poço” no tocante ao preço já ficou para trás.

É verdade que, em relação a março de 2015, o preço alcançado pela carne de frango exportada continua negativo (quase 13% a menos). Mas desta vez essa redução foi neutralizada pelo maior volume exportado. Com isso, pela primeira vez nos últimos oito meses, a receita cambial voltou a apresentar resultado positivo. Pequeno, naturalmente (+1,41%), mas ainda assim com crescimento.

Já em relação a fevereiro passado, a receita cambial gerada pela carne de frango in natura aumentou quase 31%.​

Fonte: