Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

11/10/2013

Plantio da soja atinge 10% da área projetada em Nova Mutum

Os produtores rurais da região de Nova Mutum aguardam ainda um bom volume de chuva para intensificar o plantio da safra 2013/2014 nos 360 mil hectares previstos. A semeadura já atinge 10% da área. A confirmação é do vice-presidente da região norte da Associação dos Produtores de Soja e Milho do estado de Mato Grosso (Aprosoja), Naildo Lopes, que recentemente realizou uma visita in loco nas propriedades da cidade e Santa Rita do Trivelato.
 
Segundo Naildo Lopes, essa retardação no plantio da oleaginosa se deu em virtude da escassez de chuva. Ele afirmou que em algumas regiões dos dois municípios chegou a chover 180 mm, mas na grande maioria não chegou a 35mm, volume insuficiente para dar início ao plantio.
 
Devido às dificuldades enfrentadas na comercialização da última safra do milho, e pelo fato de haver grandes perspectivas para a próxima safrinha, o vice-presidente da Aprosoja, região Norte, acredita que a maior parte dos produtores estão aguardando o início do plantio para a segunda quinzena deste mês, baseado na janela de 118 dias para a colheita.
 
Outro fator preponderante destacado por Naildo é sobre o monitoramento da lavoura a partir do plantio, pois todas as atenções estão voltadas ao controle de pragas, e principalmente com o surto da lagarta helicoverpa, uma lagarta identificada recentemente, que tem surpreendido produtores e pesquisadores pelo seu poder de destruição, causando prejuízos, principalmente, às lavouras de milho, soja e algodão e que deve ser combatida no estagio inicio para não comprometer a produção.
 
“O caminho é cada produtor manter uma atenção rigorosa para não sofrer prejuízos com a produção a exemplo do que aconteceu no estado na Bahia, onde produtores registraram perdas significativas por conta da helicoverpa, concluiu”.
 
 
Autor:
Chico Tello

Fonte: