Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

25/04/2016

Comentários da semana para a cultura do Milho

Observa-se que os preços do milho no mercado doméstico apresentaram alta expressiva no mês de abril. As cotações médias no 4º mês do ano apresentaram elevação de 15,0% sobre os preços médios praticados em março.

Na média, a saca do milho no mês de abril foi cotada em R$ 43,7, quando em março a saca estava cotada em R$ 38,0. Além disso, pôde ser observado alta de 82,1% sobre o mesmo período de 2015.

Motivo pelo qual está elevando as cotações do cereal no mercado doméstico é o clima seco em grandes regiões produtoras. Muitas lavouras de milho 2ª safra estão no estágio de floração e não há previsão de chuvas para os próximos dias.

A pressão negativa dos preços poderá começar a ocorrer com o avanço da colheita da safra verão, além do que, a tendência no primeiro semestre é de aumento das exportações de soja em detrimento ao milho, o que favorece a formação de estoque do cereal.

No entanto, com esse quadro de seca, a oferta do produto na 2ª safra poderá ser menor do que o esperado, fato que deve ajudar a manter os preços do cereal em alta.

No mercado internacional, o plantio da nova safra de milho 2016/17 nos Estados Unidos segue bem e espera-se um que o processo de semeadura ocorra em ambiente tranquilo, já que não há grandes adversidades climáticas na região Meio-Oeste.

De acordo com o USDA, o plantio norte-americano de milho alcançou, até o dia 17 de abril, 13,0% da área estimada a ser semeada. Este índice representa um avanço de 6 pontos percentuais sobre a safra passada, além de 5 pontos percentuais a mais que a média histórica dos últimos 5 anos, conforme pode ser observado no quadro abaixo.

A preocupação agora está no clima seco na América do Sul. A demanda pelo grão norte-americano tende a se manter firme se não houver forte alteração na relação entre o dólar e o real.​

Autor:
Leonardo Sologuren

Fonte: