Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

02/05/2016

Comentários da semana para a cultura do Milho

O último levantamento de safra referente ao ano agrícola 2015/16 realizado pela Horizon apresentou mudanças, porém mais em relação a 2ª safra de milho.

Um dos fatores que levou a redução na safra de milho verão foi o excesso de chuva no Sul do Brasil, que acabou por prejudicar a janela de plantio e consequentemente, a produtividade do milho.

Para o Brasil, estima-se que a área plantada na safra verão tenha sido de 5,5 milhões de hectares. Com uma produtividade média esperada de 4.913 kg/ha, a produção de milho alcançaria 27,1 milhões de toneladas.

Para a safra de inverno, projeta-se um aumento de 6,8% na área cultivada com milho inverno, o que contabilizaria 9,83 milhões de hectares e permitiria uma produção de 52,5 milhões de toneladas.

A grande preocupação agora é com o clima extremamente seco nas regiões Centro-Oeste e Sudeste do Brasil, que está prejudicando plantio em algumas regiões e o desenvolvimento da safra em outras.

Considerando as duas safras de milho (1ª safra + 2ª safra), a área a ser cultivada no ano agrícola 2015/16 deverá totalizar 15,4 milhões de hectares, ou seja, mesma área plantada em relação ao total semeado na safra 2015/16. Com uma produtividade média para o Brasil estimada em 5.183 kg/hectare, a produção brasileira de milho deverá totalizar 79,6 milhões de toneladas.

No mercado internacional, o plantio da nova safra de milho 2016/17 nos Estados Unidos segue de forma bem avançada, porém a expectativa de chuvas no Meio-Oeste dos Estados Unidos pode atrasar o plantio e ajudar a sustentar os preços do grão na Bolsa de Chicago.

De acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), o plantio norte-americano de milho alcançou, até o dia 24 de abril, 30,0% da área estimada a ser semeada.​

Autor:
Leonardo Sologuren

Fonte: