Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

04/05/2016

Exportações de soja do país já cresceram 37% neste ano

​O Brasil exportou um volume recorde de soja em grão em abril, com um total de 10,32 milhões de toneladas, informou ontem a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec). Com isso, nos quatro primeiros meses do ano, o país já enviou ao exterior 23,6 milhões de toneladas da oleaginosa, alta de 36,8% em relação ao mesmo período de 2015, conforme a associação.

O número indicado pela Anec para o mês passado é ligeiramente superior às 10,08 milhões de toneladas divulgadas na segunda-feira pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex/Mdic). A diferença entre os dois dados existe em decorrência das metodologias usadas. A Secex baseia-se nos carregamentos efetivados que geraram documentos oficiais de exportação, enquanto a Anec leva em consideração os line-ups (programações de embarques nos portos do país).

Até então, segundo a Anec, o maior volume de soja movimentado em um único mês havia sido em abril de 2015, quando foram embarcadas 9,2 milhões de toneladas

Do porto de Santos (SP), saiu a maior parte da soja exportada no mês passado - 33%, ou 3,43 milhões de toneladas. De janeiro a abril, o porto paulista respondeu por 39% dessas movimentações, seguido por Paranaguá (PR) e Rio Grande (RS), com 19% e 10%, respectivamente. Já os portos do Norte responderam por 22% da soja exportada no período.

Entre os destinos, não houve surpresas: a China seguiu na liderança, recebendo 80% da soja que deixou o Brasil este ano.

No caso do milho, as exportações brasileiras totalizaram 7,4 milhões de toneladas de janeiro a abril, alta de 139,3% ante o mesmo período de 2015, segundo a Anec. Apenas em abril, foram 187 mil toneladas, bem abaixo das 367,6 mil toneladas apontadas pela Secex.

A Anec manteve a estimativa de que o Brasil deve encerrar 2016 com a exportação de 57 milhões de toneladas de soja, 7% acima do ano passado, e um volume praticamente estável de milho, de 30 milhões de toneladas.​​

Autor:
Mariana Caetano

Fonte: