Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

09/05/2016

Mapa coordena vacinação contra aftosa em aldeias indígenas de Roraima

​Fiscais agropecuários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) em Roraima estão imunizando o gado contra a febre aftosa nas reservas indígenas Raposa Serra do Sol e São Marcos. A primeira etapa da campanha de vacinação começou no início de abril e vai até 15 de maio. “Muitas vezes, nossos técnicos enfrentam caminhadas de mais de quatro horas para chegar às comunidades”, diz o coordenador de campo da Superintendência Federal de Agricultura em Roraima, José Maria Nóbrega.

Para ir até as aldeias, os fiscais atravessam rios a nado ou em pequenas canoas a remo. Nas comunidades mais isoladas, onde não há acesso por estrada, é preciso usar avião. “Na grande maioria das vezes, é necessário pegar o animal a laço. Demoramos até três dias para imunizar cem cabeças”, conta José Maria.

Os técnicos da SFA-Roraima coordenam as ações de vacinação contra febre aftosa nas reservas indígenas Raposa Serra do Sol e São Marcos pelo sexto ano consecutivo. Quarenta e nove mil cabeças devem ser imunizadas nesta etapa de vacinação na região norte do estado.

A campanha é chamada de “Agulha Oficial” e é feita em parceria com a Funai e a Agência de Defesa Agropecuária de Roraima (ADERR). O Mapa entra com os recursos financeiros para o pagamento de diárias, compra de combustível, disponibilização de veículos, apoio administrativo e logística. Já os funcionários da Funai garantem o acesso dos vacinadores às comunidades da região. A ADERR cede técnicos, oferece apoio aéreo e doa as doses da vacina.

Nesta primeira etapa da campanha, as cinco equipes de vacinadores devem percorrer quase 40 mil quilômetros dentro das reservas indígenas.​​

Fonte: