Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

09/05/2016

Comentários da semana para a cultura da Soja

As exportações brasileiras de soja em grão voltaram a bater novo recorde mensal no mês de abril. O Brasil exportou 10,09 milhões de toneladas superando em 54% as vendas externas registradas no mesmo período do ano passado.

A China foi a principal importadora da soja brasileira, tendo adquirido um volume de 7,99 milhões de toneladas em abril. Em seguida destacaram-se a Espanha e Irã que importaram 359,8 mil toneladas e 299,4 mil toneladas respectivamente.

Se por um lado o país registrou crescimento no volume exportado, por outro lado, o preço da soja embarcada recuou.

No acumulado do ano (janeiro a abril), as vendas externas de soja do Brasil somaram 20,89 milhões de toneladas, o que representa um aumento de 59,5% frente ao total exportado no mesmo período de 2015.

As exportações de farelo de soja também registraram um forte crescimento no mês de abril. Já as exportações de óleo de soja degomado registraram retração.

No mercado internacional, o plantio de soja nos Estados Unidos alcançou, até o dia 01 de maio, 8% da área estimada a ser cultivada na campanha agrícola 2016/17. As operações de semeadura apresentam-se 2 pontos percentuais abaixo do mesmo período do ano passado, porém mostram-se 2 pontos percentuais acima da média histórica dos últimos cinco anos.

Até o momento, não há grandes surpresas climáticas nos Estados Unidos e as operações de plantio seguem dentro do calendário normal.

Sem surpresas climáticas, os preços da soja ao longo da semana passada foram influenciados pelo movimento do farelo, o qual sofreu valorização.

Nesse contexto, o contrato julho/2016 foi cotado a US$ 10,35/bushel nessa última sexta-feira, o que representou uma alta de 0,5% no período de sete dias.​

Autor:
Leonardo Sologuren

Fonte: